Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um guarda civil de Macapá foi preso na madrugada desta sexta-feira, 1º, no Bairro Santa Rita, acusado de porte ilegal de arma de fogo. Ele foi denunciado por populares que viram o acusado exibindo o armamento.

A prisão foi efetuada às 3h por uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM), acionada por pessoas que estavam em um bar localizado na Rua Hildemar Maia.

Os clientes disseram ter visto quando o guarda civil Józimo Oliveira de Miranda, de 40 anos, sacou uma arma no bar e começou a exibi-la. Em seguida, ele entrou em um carro e deixou o local.

Pistola estava carregada. Fotos: Olho de Boto

Pistola estava carregada. Fotos: Olho de Boto

Os clientes descreveram as características do veículo, e em diligências no entorno do bar o BRPM acabou localizando o carro fazendo de imediato a abordagem. O guarda foi revistado e logo a pistola calibre 380 foi encontrada. A arma estava carregada.

Józimo Miranda se identificou como sub-inspetor da Guarda Civil, e admitiu não ter porte de arma. Ele alegou que a pistola é registrada.

O guarda civil foi preso em flagrante e apresentado no Ciosp do Pacoval. A delegada plantonista, Elza Nogueira, fixou em R$ 2 mil a fiança para o guarda.

Compartilhamentos