Compartilhamentos

HUMBERTO BAÍA, DE OIAPOQUE

Um homem identificado apenas como “Calebe” foi morto com uma facada no peito nesta segunda-feira, 11, no município de Oiapoque, a 600 quilômetros da capital. A polícia tomou o depoimento de uma mulher que teria desferido o golpe.

O crime ocorreu na Vila Vitória, comunidade grande que fica do outro lado de Saints Georges, na Guiana Francesa. De acordo com informações da PM, o homem era temido na região por ser considerado como o “número 2” na tráfico de drogas na região. Ele tinha o hábito de beber em bares e sair sem pagar a conta.

No último dia 30 de março, a polícia prendeu “Mazinho”, conhecido como o “dono de Vila Vitória”. Calebe faria parte do grupo de Mazinho.

Mazinho foi preso no fim de março: número 1. Foto: Arquivo

Mazinho foi preso no fim de março: número 1. Foto: Arquivo

A população da Vila Vitória também se sentia sitiada por Calebe. Ninguém podia pensar em denunciar. Uma família chegou a ser expulsa do distrito pelos bandidos. Calebe tinha 33 anos e dizia que pretendia ir embora da vila.

Na madrugada de segunda, durante uma festa, ele pediu para dançar com a mulher, e depois fez algumas propostas que a moça recusou. Logo surgiu uma briga. Quando as pessoas perceberam, Calebe já estava ferido no chão.

Ele chegou a ser socorrido, mas faleceu no Hospital de Oiapoque.  O corpo permanece no necrotério aguardando a família de Porto Grande. A mulher foi ouvida pela polícia, mas foi liberada. Ainda não se sabe qual o conteúdo do depoimento dela.

Compartilhamentos