Compartilhamentos

DA REDAÇĀO

Pouco mais de 21 mil contribuintes do Amapá ainda não entregaram a declaração do Imposto de Renda. Na região, são esperados 80 mil documentos. O prazo para acertar as contas com o Fisco termina às 23h59 desta sexta-feira, 29. Quem não entregar até este horário, terá que desembolsar, no mínimo, R$ 165,74 de multa.

Auditor fiscal da Receita Federal

Rhenee Bezerra, auditor fiscal da Receita Federal: expectativa é receber 80 mil declarações do IR

De acordo com o último levantamento divulgado pela Receita Federal no Amapá, 58.600 declarações foram entregues até essa quinta-feira, 28. Caso o contribuinte não tenha todos os dados comprobatórios para a entrega, a própria Receita orienta o envio da declaraçāo incompleta. Isso evita pagar multa, explica o auditor fiscal da Receita Federal, Rhenee Bezerra de Oliveira.

“A gente orienta o contribuinte a enviar a declaração mesmo incompleta. Caso ele consiga o restante dos documentos que comprovem seus rendimentos, pode fazer uma declaração retificadora, ela serve para corrigir a anterior. Assim o contribuinte evita a multa”, ressaltou.

Como nos outros anos, o contribuinte que enviou a declaração no início do prazo deverá receber a restituição nos primeiros lotes, a menos que haja inconsistência, erro ou omissão no preenchimento.

Também terão prioridade no recebimento das restituições os contribuintes com mais de 60 anos, conforme previsto no Estatuto do Idoso, além de pessoas com doença grave ou deficiência física ou mental.

São obrigados a declarar aqueles contribuintes que tiveram rendimentos acima de R$ 28 mil; quem teve rendimento tido como isento ou não tributável acima de R$ 40 mil; para quem fez operação de compra e venda de patrimônio, operação na bolsa de valores ou que tenha patrimônio acima de R$ 300 mil, também é obrigado declarar.

Formas de entrega – A declaração poderá ser entregue pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), online (com certificado digital), na página do próprio Fisco, ou por meio do serviço “Fazer Declaração” – para tablet e smartphone.

O serviço “Fazer Declaração” é acessado por meio do aplicativo APP IRPF, disponível nas lojas de aplicativos dos sistemas operacionais Android e iOS.

Compartilhamentos