Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Depois da veiculada esta semana no Site SELESNAFES.COM,  a Secretaria de Manutenção Urbanística de Macapá (Semur) anunciou que o Cemitério São Francisco de Assis, na Zona Norte de Macapá, terá equipe de limpeza permanente. A Semur também disse que o cemitério vai usar caixas ósseas para otimizar o aproveitamento do espaço e impedir a superlotação. 

“Desde semana passada nós começamos a entrar nos cemitérios da cidade. Ano passado foi um dos melhores trabalhos que já fizemos nos cemitérios”, afirmou o titular da Semur, Manoel Barcelar.

Sepulturas escondidas no meio do matagal

Sepulturas escondidas no meio do matagal

Os dois maiores cemitérios de Macapá estão tomados pelo matagal. Em muitos trechos o mato escondeu até as sepulturas.

Secretário de Manutenção Urbanística, Manoel Bacellar: caixas e gavetas para organizar os ossos que foram retirados para novos sepultamentos. Fotos: André Silva

Manoel Bacellar: caixas e gavetas para organizar os ossos que foram retirados para novos sepultamentos. Fotos: André Silva

Além da limpeza, o São Francisco de Assis foi o cemitério que mais apresentou dificuldades por conta da má distribuição de lotes. Ele informou  que o mesmo processo empregado no Cemitério São José, na Zona Sul de Macapá, será aplicado no São Francisco, ou seja, a construção de caixas ósseas.

“O São José, por exemplo, não pode mais receber ninguém, a não ser se ele tiver algum ente querido enterrado ali. Ele já passou pelo mesmo processo que o São Francisco vai passar. A família faz a construção de gavetas e caixas e de tempos em tempos, quando for necessário, se constrói outras. Isso vai dar uma rotatividade maior ao espaço”, explicou o secretário.

Ele disse que um processo de recadastramento será feito paralelamente à limpeza.

“Nós já temos dois roçadores trabalhando lá dentro do cemitério, e esperamos que até o Dia das Mães o local já esteja limpo”, estimou o secretário.

Ele também lembrou que a limpeza de dentro do cemitério é de responsabilidade da prefeitura, mas a manutenção nos túmulos é de responsabilidade das famílias.

Compartilhamentos