Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Macapá será o primeiro município do estado a iniciar uma ampla campanha de vacinação contra o H1N1. A meta é imunizar mais de 86 mil pessoas. 

O público alvo são os idosos a partir de 60 anos, crianças entre seis meses e 5 anos, além de profissionais de saúde, portadores de doenças crônicas, diabéticos, detentos e funcionários do sistema prisional, entre outros casos.

A vacinação termina no dia 15 de maio em todas as unidades básicas de saúde das zonas urbana e rural. As pessoas também receberão doses para outros dois tipos do vírus influenza, o H3N2 e o tipo B.

“A vacina é segura, não apresenta reações adversas, além de ser a forma mais eficaz para a prevenção da gripe”, ressalta a coordenadora municipal de Imunização, Jorsette Cantuária. 

As crianças a partir de seis meses que nunca foram imunizadas contra a gripe precisarão de duas doses com intervalo de 30 dias. É preciso levar a caderneta da criança.

Na última terça-feira, 5, a Secretaria de Saúde do Estado confirmou a morte de um bebê de 8 meses por H1N1. A Sesa ainda aguarda o resultado do exame que pode determinar se o médico cubano Abel Ernesto Toledo, de 42 anos, também morreu por causa da doença. 

Compartilhamentos