Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

A feira do Bairro Novo Horizonte, Zona Norte de Macapá, sofre com o abandono total. A feira, que existe há mais de 20 anos, nasceu a partir de uma iniciativa popular e foi construída por vários empreendedores associados. No local existe um esgoto a céu aberto e várias barracas sem condições de higiene e de uso.

Banheiro foi desativado e acumula lixo

Banheiro foi desativado e acumula lixo. Fotos: André Silva

A feira surgiu com o objetivo de ajudar no desenvolvimento econômico do bairro. A associação criada para administrar o local foi desativada. A sede aonde ela funcionava está com os banheiros completamente deteriorados.

Feirante

Feirante Raimundo Nonato

“Cada um construiu seu boxe. Quando essa área foi doada, na época pelo prefeito Barcellos, ele nos disse que não tinha dinheiro para construir os boxes, mas nos disponibilizou a área. O governador da época quis se apossar da obra, mas nós não deixamos”, recordou Raimundo Nonato, um dos criadores da associação e dono de um dos boxes.

Hoje o local passa por uma situação que já se tornou um problema de saúde pública. É que bem atrás da feira fica uma lixeira a céu aberto. Restos de peixes, carnes e outros alimentos se misturam com o esgoto, que transborda pela rua. O odor atraí ratos e urubus.

O mau cheiro incomoda quem passa pelo local e quem mora nas proximidades. Seu João Batista, de 53 anos, diz que esse problema é antigo e que muitas vezes já se queixou para os feirantes. 

Lixo ao redor da feira

Lixo se acumula ao redor da feira

Lixo ao redor da feira

Lixo ao redor da feira

feira

“Eles dizem que não podem fazer nada. A gente fica aqui tendo que conviver com esse cheiro horrível o dia inteiro”, reclamou. 

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec) disse que já fez um cadastro de todos os feirantes, mas eles relutam.

Urubus tomam conta do local

Urubus tomam conta do local

“Eles querem que a prefeitura atue, mas não querem se submeter ao reordenamento do espaço. Lá tem boxe de 6 metros, outros com 3 metros, e eles não querem perder o espaço”, disse a secretaria por meio da assessoria de imprensa.

Esgoto a céu aberto toma conta do espaço

Esgoto a céu aberto toma conta do espaço

A Semdec disse ainda que vai enviar uma equipe até o local para verificar as condições do esgoto, mas adiantou que a responsabilidade de limpeza do local é da Secretaria de Manutenção e Conservação Urbanística (Semdur).

Compartilhamentos