Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma colisão entre um carro e uma moto na Rodovia Duca Serra, na Zona Oeste de Macapá, no início da madrugada desta segunda-feira, 16, deixou uma mulher de 46 anos morta e o filho dela, que conduzia a motocicleta, gravemente ferido. A motorista, que se recusou a fazer o teste do bafômetro.

O acidente ocorreu por volta das 00h10min, em frente ao quartel do Exército. De acordo com o Batalhão de Policiamento Rodoviário do Amapá (BPRE), a motorista estava sozinha no Fiesta e seguia para o município de Santana. A moto BIS, com mãe e filho, trafegava no sentido contrário.

A colisão foi frontal.

Marcos Vinícius tinha muitas dores e fraturas nas pernas. Continua internado no HE

Marcos Vinícius tinha muitas dores e fraturas nas pernas. Continua internado no HE

“Não posso dar o detalhe preciso do que ocorreu. Só o trabalho da Polícia Técnica vai explicar a dinâmica do acidente”, explicou o sargento Queiroz, do BPRE.

O impacto foi tão forte que mãe e filho foram arremessados para longe da motocicleta. Um cabo do Corpo de Bombeiros que passava por acaso pelo local decidiu parar para prestar socorro às vítimas.

“Fizemos o procedimento padrão, e percebi que tinha fraturas nos membros inferiores das vítimas com muito sangramento. Controlamos a cena com a Polícia Militar e o Samu chegou no tempo correto”, informou o cabo Anderson Ary, do CBM.

Ana Suely é atendida por paramedicos e bombeiros que parou para prestar socorro. Fotos: Olho de Boto

Ana Suely é atendida por paramédicos e bombeiro que parou para prestar socorro. Não resistiu. Fotos: Olho de Boto

Ana Suely Pessoa Santana, de 46 anos, perdeu o capacete na colisão, e feriu a cabeça gravemente no asfalto vindo a ter exposição de massa encefálica, segundo relatou um paramédico do Samu.

Ana Suely foi transportada de ambulância até o Hospital de Emergência de Macapá, onde acabou morrendo. A vítima tinha sangramento intenso.  

O filho dela, Marcus Vinícius Pessoa Rosário, de 18 anos, permaneceu com o capacete, mas teve fraturas expostas e está internado em estado grave no Hospital de Emergência de Macapá.

Mesmo depois de se recusar a fazer o teste do bafômetro, a motorista Tereza Batista da Costa, de 43 anos, foi conduzida até o Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos