Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma casa foi incendiada por dois bandidos logo depois de assaltarem a residência na comunidade de Ilha Redonda, no KM-12 da BR-210. O lugar é zona rural de Macapá.

O crime ocorreu por volta das 19h desta quinta-feira, 19. Testemunhas relataram na delegacia que ‘Dereco’ e ‘Pelado’, como tinham sido identificados inicialmente, invadiram a casa de um idoso para roubar.

Depois de separar vários objetos que iam levar, os criminosos não se contentaram e resolveram tocar fogo no imóvel. Quando viram as chamas, parentes que moram próximo da casa correram para socorrer o idoso que foi salvo sem ferimentos.

A casa, contudo, foi completamente destruída.

“Eles fugiram, e ainda deixaram para trás algumas coisas como sacolas e sapatos, mas o resto eles levaram. A Polícia Militar chegou para dar apoio e fomos nas casas deles”, comentou uma parente do idoso, que não soube informar se haveria alguma outra razão para o ato de vandalismo depois do assalto.

A dupla de criminosos mora na comunidade e é bastante conhecida pelos furtos na região. Quando a PM chegou ao local, eles se identificaram como menores de idade, por isso acabaram sendo levados para a Delegacia Especializada em Investigação de Atos Infracionais (Deiai).

Mas a mentira durou pouco tempo. André Fortunato da Silva tem 22 anos, e Adriano Marcelo Brito, 18 anos.

Na delegacia, a mãe de Adriano apresentou o RG do filho, revelando que ele tinha completado a maior idade no último dia 4. O comparsa, André Fortunato (sem camisa e encarando os repórteres), tem passagens pela polícia desde que tinha 11 anos.

Depois que a farsa sobre as idades foi descoberta, eles foram apresentados no Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos