Compartilhamentos

MANOEL DO VALE

Na contramaré de cortes de verbas e fechamento de cursos que vem passando a Universidade Federal do Amapá (Unifap), o curso de licenciatura em Educação Física da instituição, chega ao segundo ano consecutivo como um dos melhores para se estudar no Brasil, segundo o Guia do Estudante. O curso ficou com quatro estrelas em 2014 e três em 2015, o que garante a classificação entre bom e ótimo.

Alexandre Guimarães, coordenador do curso de Educaçāo Fïsica da Unifap

Alexandre Guimarães, coordenador do curso de Educaçāo Fïsica da Unifap

O professor Alexandre Guimarães, coordenador do curso, atribui a boa avaliaçāo ao empenho do seu quadro de professores, que conta com 14 profissionais entre especialistas, mestres e doutores.

“O mérito por esse reconhecimento é reflexo das avaliações positivas pelas quais o curso vem passando nos últimos anos pelos organismos oficiais”, destacou Alexandre.

Antenados com o que acontece nos cursos da área, Brasil à fora, os professores daqui conseguiram manter o curso de educação física atualizado em relação as discussões e novidades pedagógicas, práticas de ensino e conteúdos ministrados, mantendo-se num patamar de excelência. Estratégia, que além de reconhecimento, tem garantido apoio e investimentos necessários aos equipamentos fundamentais ao curso.

Campo de futebol em construçāo vai contar com pista de atletismo

Campo de futebol em construçāo vai contar com pista de atletismo

 

Um deles é a reforma do campo de futebol, que por conta de convênio com o Ministério dos Esportes, deverá ser entregue à comunidade até o fim do ano, agora com pista de atletismo.

“O complexo esportivo, com salas, piscinas, quadras cobertas, laboratórios, salas de musculação, ginástica, já está com o projeto pronto e aprovado pela reitoria, aguardando investimento”, garante o coordenador.

Complexo aquático

Complexo aquático

Alexandre esclarece que estes equipamentos não se destinam apenas ao lazer e à prática de esportes, mas são os laboratórios onde o curso desenvolve seus projetos com a comunidade acadêmica e também com a comunidade externa.

Compartilhamentos