Compartilhamentos

SELES NAFES

Uma invasão cresce da noite para o dia dentro de uma área de preservação ambiental do Bairro Marabaixo, na Zona Oeste de Macapá. Moradores do bairro dizem que junto com a ocupação irregular cresce também a quantidade de furtos nas redondezas. O Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial do Amapá (Imap) diz que vai retirar os invasores.

A área invadida já pode ser vista de longe, começando no Marabaixo II e já chegando ao Marabaixo I, a poucos metros da arena esportiva.

Porta da lanchonete foi arrombada...

Porta da lanchonete foi arrombada…

...depois que os criminosos quase arrancaram as grades

…depois que os criminosos quase arrancaram as grades

Infiltrados entre as famílias estão criminosos que atravessam a área de mata que dá acesso ao Marabaixo I. Na madrugada desta segunda-feira, 9, três imóveis amanheceram foram arrombados.

“Na semana passada foram quatro, incluindo duas lanchonetes”, diz uma liderança comunitária.

Uma das lanchonetes invadidas por ladrões fica na arena esportiva. Os criminosos quase arrancaram a grade da porta e arrombaram a fechadura. O mesmo aconteceu na porta da torre da cabine de transmissão todos jogos. Em os casos os criminosos conseguiram furtar objetos de valor.

Área de mata por onde os criminosos acessam o Marabaixo I

Área de mata por onde os criminosos acessam o Marabaixo I

O Imap disse que está monitorando a invasão, e que todas as famílias que ocupam a área irregularmente serão retiradas.

“É uma área de preservação e no ano passado todos os invasores foram notificados a comparecer no Imap para apresentar documentação. Como ninguém compareceu nós vamos solicitar parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para retomar o lote. As famílias serão retiradas ou remanejadas para outro local”, informou o diretor de Ordenamento Territorial do Imap, Robson Gualberto.

Marabaixo duas semanas foram pelo menos 7 imóveis foram arrombados

Marabaixo I: em duas semanas pelo menos 7 imóveis foram arrombados

Segundo o diretor, o Imap também vai retomar o trabalho de regularização de lotes no Marabaixo I e II.

A prefeitura de Macapá também monitora a área. No ano passado a Guarda Civil constatou que uma área de pelo menos 3 hectares, o equivalente e 3 campos oficiais de futebol, havia sido desmatada pelo invasores.  

Agosto de 2015: Guarda Civil descobre grande área desmatada. Foto: Arquivo

Agosto de 2015: Guarda Civil descobre grande área desmatada. Foto: Arquivo

Compartilhamentos