Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Guardas municipais do município de Laranjal do Jarí, distante 275 km de Macapá, fazem a diferença na vida de mais de 300 crianças em situação de vulnerabilidade social. Através do projeto ‘Anjo da Guarda’, os servidores oferecem atividades esportivas e buscam capacitação para os adolescentes. Mas no momento, a iniciativa é quem precisa de socorro.

O projeto ‘Anjo da Guarda’ funciona há pouco mais de um ano e atende atualmente 350 crianças com aulas de informática, música, inglês, palestras e atividades esportivas, entre elas o judô.

Durante aula de judô. Fotos: Ricardo Gama

Judô é um dos esportes praticados pelas crianças do projeto. Fotos: Ricardo Gama

“Através desse projeto estamos conseguindo mudar a realidade dessas crianças tirando elas da inatividade e do crime. Algumas são de bairros considerados perigosos como Malvinas e Loteamento Sarney”, explicou o guarda Ricardo Gama.

A grande dificuldade hoje é manter os serviços ofertados, por isso, toda ajuda é bem vinda. Os interessados podem entrar em contato com o número (96) 99163-9210. Doações de brinquedos e roupas também são aceitos.

Para ajudar

Além de atividades esportivas, crianças e adolescentes contam com aulas de informática, música e inglês

O projeto funciona dentro da Guarda Municipal. Como não há recursos próprios, os alunos não possuem material escolar ou uniforme. Os guardas se revezam atendendo as crianças e adolescentes pela manhã e tarde. Uma das regras para participar é ter boas notas.

“É uma grande mudança para o futuro dessas crianças. No momento estamos pedindo ajuda para comprarmos os calçados e uniformes deles. Se alguém quiser ajudar pode entrar em contato”, ressaltou Ricardo.

Compartilhamentos