Compartilhamentos

VALDEÍ BALIEIRO

Moradores do Bairro Nova Brasília, no município de Santana, estão cansados dos transtornos causados pelo abandono da Vila Olímpica, complexo esportivo destinados a crianças e jovens. Reinaugurado há mais de 3 anos, hoje o local é um completo deserto e serve de ponto de encontro para usuários de drogas e indivíduos que durante o dia e a noite cometem assaltos.

O espaço daria aos moradores do Bairro Nova Brasília e adjacências, lazer e prática de esportes em diversas modalidades, porém, desde sua reinauguração, em 2012, não recebeu manutenção. Com o tempo, o mato foi tomando conta das estruturas. Quadras de futsal, vôlei e basquete foram depredadas. O campo de futebol é o único que resiste.

Local abandonado. Fotos: Valdeí Balieiro

Brinquedos do parque infantil estão quebrados. Fotos: Valdeí Balieiro

Segundo a moradora Darliane Ferreira, há muito tempo não se vê prática de esporte no local, que agora serve de refúgio para os assaltantes.

“Durante o dia costumávamos ver pessoas fazendo exercícios físicos, caminhadas e até passeando com crianças, mas agora ninguém se arrisca a andar sozinha no local”, fala a moradora.

IMG-20160518-WA0092

Arquibancadas pichadas e sem manutenção

Darliane Ferreira: criminosos esperam o momento certo para agir

Darliane Ferreira: criminosos esperam o momento certo para agir

De acordo com Darliane, durante o dia, indivíduos se escondem no mato para cometer assaltos.

“Já presenciamos diversas pessoas sendo assaltadas durante o dia. Eles [criminosos] costumam ficar sentados aqui próximo ao campo, observando quem passa, esperando o momento certo de agir”, relata.

Edileuza Soares disse que a iluminação é muito precária e isso facilita a ação de bandidos.

“Moro aqui há pouco tempo, mas já pude perceber que desde que a Vila Olímpica foi abandonada, o espaço deu lugar a prostituição e tráfico de drogas”, comentou.

A Polícia Militar afirma que as rondas são constantes no local, e pede para que a população registre as ocorrências para que os trabalhos possam se intensificar.

Edileuza: falta de iluminação

Edileuza: falta de iluminação

Parte do muro da estrutura está quebrada

Parte do muro do complexo foi quebrado

A Secretaria de Infraestrutura do município diz que as obras estão sendo retomadas.

“Estamos reformando as estruturas de prédios parados. Não o fizemos com antecedência porque o município deixou de receber vários recursos”, alegou Alfredo Botelho, secretário de Infraestrutura de Santana.

Compartilhamentos