Compartilhamentos

SELES NAFES

Foi confirmado para esta terça-feira, 31, o pagamento do funcionalismo municipal de Macapá referente a maio. Os salários serão pagos de forma integral, segundo anúncio feito no início da noite desta segunda-feira, 30, pela PMM.

São mais de 5,5 mil servidores efetivos, além de funcionários comissionados, contratos administrativos, profissionais do Programa Saúde da Família (PSF) e celetistas, totalizando 8,2 mil trabalhadores. A folha bruta é de R$ 29 milhões.

Em comunicado, a prefeitura de Macapá citou três medidas essenciais que ajudaram a compensar o desequilíbrio depois que a Justiça determinou o sequestro de R$ 15 milhões de dívidas em precatórios de gestões passadas.

A primeira delas foram “cortes significativos”, como a redução de “contratos, cargos, salários de comissionados e do próprio prefeito”.

Apesar da redução de repasses federais, prefeitura conseguiu aumentar a arrecadação própria. Foto: PMM/Divulgação

Apesar da redução de repasses federais, prefeitura conseguiu aumentar a arrecadação própria. Foto: PMM/Divulgação

“Segundo, porque conseguimos aumentar a receita própria, pois o cidadão está se sentindo seguro para pagar seus impostos. E terceiro por entender que o pagamento da folha salarial é uma prioridade absoluta, recompensa o esforço de trabalho de nosso servidor e ajuda a movimentar a economia da cidade”, diz a prefeitura em nota.

Além do sequestro, a prefeitura vem enfrentando sucessivas quedas de arrecadação de recursos federais. De acordo com a PMM, a arrecadação nos primeiros meses foi R$ 24 milhões menor do que no mesmo período de 2015.

“É importante frisar que o risco de parcelamento ou atraso de salário é algo que não podemos descartar para os próximos meses, principalmente se a economia do país e do estado não tiverem uma melhora”, pondera.

 A nota encerra afirmando que as medidas para apertar os cintos vai continuar para que todas as contas continuem sendo pagas.

Compartilhamentos