Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

“A prioridade é buscar harmonia com os poderes”, disse o novo presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), deputado Kaká Barbosa (PT do B). Eleito com 21 votos na manhã desta terça-feira, 31, em sessão na casa de leis. Com a vitória, Kaká traça metas e prioridades para gestão de 2016 a 2018.

Na votação desta manhã estava em jogo a presidência da Assembleia. O deputado Augusto Aguiar (PMDB) ainda tentou suspender a sessão protocolando um pedido que alegava que o prazo regimental do edital não foi respeitado. Após análise da procuradoria, o pedido indeferido.

Fotos: Cássia Lima

Kaká Barbosa assume presidência da Alap até 2019. Fotos: Cássia Lima

A vacância ocorreu por causa da cassação do mandato do ex-presidente Moisés Souza (PSC), afastado da Assembleia desde primeiro de dezembro de 2015. Mesmo com a pausa na sessão e a votação quase unânime, o presidente comentou a atitude de Aguiar.

“Ele registrou aquilo que achava errado, mas após análise jurídica ficou claro que ele estava errado. O plenário foi soberano e votou indeferindo a suspensão da sessão”, disse o presidente Kaká Barbosa.

aksdas

Entre as prioridades do novo presidente da Alap está a redução da folha de pagamento da Casa

O novo presidente declarou que busca, entre as prioridades, harmonia com os poderes, continuar o enxugamento da folha de pagamento e a construção do novo prédio da Alap na Zona Norte da cidade.

“Já conseguimos o terreno de 17 mil metros quadrados e vamos lutar pela construção. A gente está reestruturando a folha e existe um novo estudo na Procuradoria para uma reforma administrativa, de acordo com a nova lei de responsabilidade fiscal. Ainda não temos previsão financeira, mas nosso objetivo é dialogar com o governo”, declarou o presidente.

Até a próxima quinta-feira, os deputados serão convocados para votação do primeiro vice-presidente.

Compartilhamentos