Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Justiça Eleitoral do Amapá começou a barrar as transferências graciosas de títulos eleitorais. Já foram indeferidas mais de 100 transferências nos municípios de Pracuúba e Ferreira Gomes.

A decisão de impedir as transferências de domicílio para Pracuúba foi do juiz José Castellões, da 1ª Zona Eleitoral, que atende as cidades de Pracuúba e Amapá.

Foram 89 requerimentos para Pracuúba, onde dois procedimentos de investigação foram instaurados, e 15 para Ferreira Gomes, onde o juiz é Luiz Carlos Kopes Brandão, da 9ª Zona Eleitoral.

As transferências irregulares são muito comuns em anos eleitorais, é o chamado ‘êxodo eleitoral’. Esse tipo de infração ocorre quando pessoas pedem a transferência dos títulos convencidas por candidatos.

Compartilhamentos