Compartilhamentos

VALDEÍ BALIEIRO

O atleta amapaense de taekwondo, Venilton Teixeira, segue com o ritmo de treino forte para a maior competição desportiva do mundo. Com vaga garantida para disputar as Olimpíadas do Rio, Venilton continua a caminhada até a cidade maravilhosa. Dessa vez o taekwondista viaja para Innsbruck, na Áustria, onde disputará torneio. A viagem está marcada para terça-feira, 31.

Após voltar de preparação em Seul na Coreia do Sul, Venilton focou seu treinamento em Macapá onde conta ainda com a ajuda dos taekwondistas Michael Douglas, da Paraíba e atual campeão brasileiro, e Arthur Cruz do Pará, bronze no brasileiro.

Venilton e o técnico Bruno Igreja viajam nessa terça, 31, para competir na Áustria

Venilton Teixeira e o técnico Bruno Igreja viajam nessa terça, 31, para competir na Áustria. Foto: Reprodução/Facebook

A competição na Áustria vai garantir dez pontos no ranking olímpico para o ganhador. Ela acontecerá nos dias 4 e 5 de junho. De acordo com o treinador de Venilton, o professor Bruno Igreja, que também viajará, o atleta está muito focado e motivado para disputar essa competição internacional, já que o torneio contará com a participação de pelo menos quatro atletas que podem ser possíveis adversários de Venilton nas Olimpíadas.

“É notável sua evolução no esporte e o Venilton está cada vez mais capacitado para representar o Amapá e o Brasil nas Olimpíadas. Hoje ele conta com ajuda de dois atletas de fora. Os dois são excelentes atletas e estão ajudando nessa preparação. E nesta competição na Áustria, haverá atletas que ele [Venilton] poderá enfrentar, possivelmente, nos jogos olímpicos”, disse o professor.

Venilton Teixeira em competição na Austrália. Foto: Reprodução/Facebook

Venilton Teixeira no Open da Austrália

Essa é a última competição que Venilton disputa antes das Olimpíadas. Bruno Igreja ainda ressaltou que o atleta precisa disputar essas competições internacionais para se manter no topo e como titular da seleção brasileira de taekwondo.

“Venilton já está garantido nas Olimpíadas por ter conquistado vaga na seletiva, mas precisa de pontuação para se manter no topo e não perder a vaga para o reserva da seleção brasileira”, finalizou.

Compartilhamentos