Compartilhamentos

SELES NAFES

O governo do Estado não vai mais realizar a Expofeira deste ano. O principal motivo é o agravamento da crise financeira.

Havia a possibilidade de financiamento do evento com recursos ministeriais, como por exemplo, R$ 2 milhões do Ministério da Agricultura articulados pelo deputado federal Vinícius Gurgel (PR).

Mesmo com esse aporte, ainda seriam necessários pelos menos mais R$ 6 milhões para realizar o evento com o mesmo padrão do ano passado. 

Em 2015, quando a crise começava a intensificar, a Expofeira foi defendida como instrumento para amenizar os impactos da recessão ao estimular negócios. O faturamento dos empreendimentos, shows, exposições, leilões, entre outros negócios, produziu um faturamento superior a R$ 10 milhões.

Média de pública foi de 18 mil pessoas

Média de pública foi de 18 mil pessoas

A média de pública por noite foi de 18 mil pessoas na arena de shows, e na última noite o Parque de Exposições da Fazendinha foi visitado por 110 mil pessoas. De acordo com o GEA, mais de 8 mil empregos foram gerados durante os 10 dias de feira. 

O governador Waldez Góes informou por assessoria que a feira do ano que vem começa a ser planejada a partir deste ano, e que os R$ 2 milhões liberados pelo Ministério da Agricultura serão usados em atividades dentro do parque ao longo do ano.

Compartilhamentos