Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um incêndio destruiu completamente seis casas em uma área de ponte localizada entre a 8ª e 9ª Avenida do Bairro Congós. O sinistro aconteceu por volta das 2h da madrugada desse domingo, 19. Outras quatro casas foram parcialmente consumidas pelas chamas. Ninguém ficou ferido.

De acordo com populares o incêndio foi provocado por um morador que teria brigado com a esposa, ateado fogo na casa e fugido do local.

“Ele chegou com um garrafão de gasolina e um terçado, entrou na casa e saiu levando uma mala na garupa da bicicleta. Minutos depois vimos a casa pegando fogo”, comentou uma moradora que preferiu não se identificar.

As chamas rapidamente foram se espalhando, atingindo as casas próximas. Manoel Miranda Campelo, de 60 anos, teve a casa destruída pelas chamas.

MORADORE. Fotos: Olho de Boto

Manoel Miranda e Clarice Mendes tiveram as casas destruídas pelo fogo. Fotos: Olho de Boto

“Eu tinha acabado de reformar minha casa. Soube do incêndio pelos vizinhos que me ligaram e eu voltei correndo. Meu prejuízo é de aproximadamente R$ 30 mil”, conta o morador.

Clarice Mendes, de 57 anos, foi outra moradora que também perdeu tudo. As duas casas que tinha na área foram completamente destruídas pelo incêndio. Ela e a família conseguiram sair a tempo.

Desaladas, moradoras lamentam perda de casas

Desoladas, moradoras lamentam perda de casas

“Eu estava dentro de casa na hora do incêndio. Peguei meu neto e os demais e corremos para rua. Estava assistindo TV na hora, só de pijama. A vizinha me emprestou a roupa que estou vestindo agora. Agora vou pedir abrigo na casa do meu filho. Perdi tudo. Documentos e objetos queimaram. O importante é estar com vida. Tenho fé que logo estarei com casa novamente”, disse.

Corpo de Bombeiros precisou de quatro caminhões para apagar o incêndio

Corpo de Bombeiros precisou de quatro caminhões para apagar o incêndio

Lene Garcia veio do Pará e estava morando de aluguel há cinco meses em uma das casas que pegou fogo. Ela e marido vão ficar na casa de vizinhos até encontrar um novo canto para morar.

“Estávamos começando a comprar nossas coisas. Saímos apenas com a roupa do corpo. Os vizinhos ofereceram abrigo por essa noite. Vamos recomeçar do zero novamente”, lamentou.

Ninguem ficou ferido

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido

O Corpo de Bombeiros contou com quatro caminhões para combater as chamas. De acordo com o capitão Fábio Silva, ninguém ficou ferido.

“Como as casas são germinadas e de madeira, a potencialidade do fogo é muito maior, se alastrando rapidamente. Utilizamos quatro veículos de combate à incêndio. Agradecemos a população que se manteve calma e não interferiu no nosso trabalho, e a polícia militar pelo apoio”, ressaltou.

Os Bombeiros não confirmaram o que teria motivado o incêndio. As causas serão apontadas em um laudo.

Compartilhamentos