Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Em nota, o militar João de Deus Maciel Filho disse, na manhã dessa quinta-feira, 2, que vai abrir mão da vaga de vereador de Macapá. João é suplente do vereador Ulisses Parente (PSDB), que teve a suspensão dos direitos políticos na semana passada. João de Deus é pré-candidato a prefeito da capital pelo PSDC.

“No campo político, assumir a vaga de vereador me deixaria vinculado ao PSDB, que compõe a base aliada do atual prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede)”, diz em nota.

Vereador teve . Foto: Arquivo

Vereador Ulysses Parente teve os direitos políticos suspensos. Foto: Arquivo

Ulisses Parente teve a prisão decretada pelo Tribunal de Justiça do Amapá, na última terça-feira, 24 de maio, acusado de fraude em licitação, peculato e associação criminosa quando era presidente do Instituto de Previdência de Macapá (MacapaPrev).

A Câmara Única do Tjap seguiu o voto do relator João Guilherme Lages e fixou a pena em 5 anos de reclusão em regime semiaberto. O tribunal também decidiu pela suspensão imediata do mandato do parlamentar.

Nas eleições municipais de 2012, João de Deus concorreu à Câmara Municipal de Vereadores de Macapá pelo PSDB, e obtive 2.071 votos, garantindo a suplência de vereador.

O militar disse que vai aguardar a Convenção Municipal do PSDC para consolidar a candidatura.

Compartilhamentos