Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Um professor morreu quando o carro que ele dirigia bateu na traseira de um ônibus na Rodovia AP-340, próximo do Distrito do Curicaca, município de Itaubal, a cerca de 100 quilômetros de Macapá. O choque foi tão forte que o carro se partiu ao meio.

O acidente ocorreu por volta das 4h30min. O ônibus estava estacionado no acostamento depois que ficou sem combustível, segundo relatou o motorista ao Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE).

Foi necessário um trator para retirar o pálio da traseira do ônibus. Foto: BPRE/Divulgação

Foi necessário um trator para retirar o pálio da traseira do ônibus. Foto: BPRE/Divulgação

O pálio era dirigido pelo professor Délcio César Brito Reis, de 43 anos.

“A gente avalia que estava em alta velocidade porque partiu o carro no meio. Havia muitas latinhas de cerveja dentro do veículo. A gente teve uma certa dificuldade de identificar o motorista porque ele estava sem nenhum documento. Depois que o irmão dele apareceu já no Ciosp com uma carteira dele”, explicou o tenente Alves Neto, do BPRE.

O professor morreu na hora. O corpo foi cuspido para fora do carro. O motorista do ônibus foi conduzido ao Ciosp porque não era habilitado para dirigir ônibus, mas depois foi liberado.

O professor Délcio César morreu na hora

O professor Délcio César morreu na hora

Em outro acidente, no Distrito do Lourenço, município de Calçoene, por volta das 7h54min, um casal morreu na colisão entre uma moto e uma picape.

O acidente ocorreu na BR-156 na entrada da localidade. A Polícia Rodoviária Federal continua no local.

Compartilhamentos