Compartilhamentos

VALDEÍ BALIEIRO

A Polícia Civil (PC) do Amapá confirmou a prisão de Eva Maria dos Santos, 57 anos, também conhecida como “Eva Gorda”. Ela é considerada a maior traficante de drogas do município de Oiapoque, distante 590 quilômetros de Macapá.

“Eva Gorda” comercializava drogas por todo o município de Oiapoque. Durante a prisão feita em flagrante, “Gorda” foi pega comercializando drogas em sua residência. A operação foi comandada pelo delegado Charles Corrêa. A prisão da traficante aconteceu na segunda-feira, 6, mas só agora confirmada o nome e a idade da infratora.

Com a suspeita foram encontrados papelotes de drogas prontos para serem comercializadas. “Gorda” confirmou em depoimento a PC que é traficante e que comercializa entorpecentes no município.

Delegado Charles Correa:

Delegado Charles Corrêa: “Eva não resistiu à prisão”

“Eva estava em liberdade condicional. Tínhamos expedido um mandado de prisão preventiva dela anteriormente pelo crime de receptação de produtos roubados. Ela acabou presa, mas ganhou o benefício, porém, voltou a traficar”, disse o delegado.

Ainda segundo a polícia, “Eva Gorda” foi presa em 1993 com 5 quilos de drogas no garimpo do Lourenço, e desde então não parou mais.  Ela já possuía uma ficha criminal extensa e tem mais de 20 anos de história no mundo do tráfico.

Nessa operação, a Polícia Civil contou com apoio da Polícia Militar (PM) do Amapá que fez o cerco e prendeu a traficante. “Contamos com o apoio da PM, mas não houve muito trabalho, pois Eva não resistiu à prisão”, contou o delegado Charles.

Na casa da traficante ainda foram encontrados outros materiais usados na fabricação de drogas que, posteriormente, serviriam para a comercialização da mesma.

Compartilhamentos