Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

O Núcleo de Hidrometeorologia e Energias Renováveis (NHMET) do Instituto de Estudos e Pesquisas do Amapá (Iepa) prevê novas pancadas de chuva para esse fim de semana, a começar nesta sexta-feira, 24. Segundo o Núcleo, a frente de rajada que atingiu o estado não era esperada, apenas pancadas de chuva com ventos fracos.

Cruzamento da Rua Hamilton Silva com a Avenida Almirante Barroso: árvore quase bloqueou a rua

Cruzamento da Rua Hamilton Silva com a Avenida Almirante Barroso: árvore quase bloqueou a rua. Foto: Seles Nafes

Os ventos de quase 80 quilômetros por hora que atingiram Macapá e mais três municípios do estado (Mazagão, Santana e Laranjal do Jari) no fim da tarde de quinta-feira, 23, não estavam previstos pelo NHMET. Segundo o meteorologista Jeferson Vilhena, era esperada uma pancada de chuva com pequenas rajadas de vento.

Jeferson Vilhena: chuvas com fortes ventanias

Jeferson Vilhena: “o fenômeno de ontem fugiu de controle”. Foto: Arquivo

“Somente a pancada de chuva estava prevista, com ventos de no máximo 20 quilômetros por hora. Essas pancadas de chuvas são acompanhadas por uma ventania, mas a de ontem fugiu de controle. Foi um evento extremo”, explica Jeferson.

Vilhena conta que os ventos aconteceram por causa do sistema de chuvas convectivo (circular) que é um movimento que as nuvens de chuva fazem, desses movimentos é que nascem os ventos fortes como os que foram vistos ontem.

Árvore na Praça Floriano Peixoto foi arrancada...

Árvore na Praça Floriano Peixoto foi arrancada

“Esses sistemas de chuva fazem uma movimentação de ar muito grande, e quando ele consegue se movimentar, começa a mandar essas rajadas de vento na frente do sistema, por isso, o nome de vento de rajada”, disse.

Ele conta que se houvesse maior turbulência e ventos vindo de outras partes, um grande tornado poderia ter se formado.

“Se esses ventos ganhassem mais velocidade ou se houvesse mais turbulência, ou muito entranhamento desses ventos, poderia sim surgir um tornado”, alertou.

Telhado da quadra foi bastante afetado

Telhado da quadra foi bastante afetado

Os ventos que atingiram o estado na quinta foram medidos pelos atletas de kit surf, chegando a 94 quilômetros por hora, mas Jeferson diz que esse tipo de aferição não é oficial.

Ainda pela manhã várias casas estavam sem energia elétrica e várias árvores derrubadas. As chuvas começaram por volta das 17h de ontem e estão previstas a acontecer neste fim de semana sempre acompanhadas de rajadas de vento.

Compartilhamentos