Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Os vereadores de Macapá aprovaram por unanimidade o projeto de lei da prefeitura que faz a doação de um terreno onde o Instituto do Câncer Joel Magalhães pretende construir um centro de referência. A aprovação e a sanção ocorreram em uma única sessão na quinta-feira, 23.

O terreno tem 3,7 mil quadrados e está localizado no Bairro Alvorada. O pedido da doação foi feito pelo presidente e fundador do Ijoma, o padre Paulo Matias.

Presidente do Ijoma, padre Paulo Matias

Presidente do Ijoma, padre Paulo Matias. Fotos: Nayana Magalhães

Presidente da CMM, Acácio Favacho relatou exemplos na família

Presidente da CMM, Acácio Favacho relatou exemplos na família

“Esse projeto está dentro das atenções prioritárias do Município, que são a promoção e educação para saúde. Estou satisfeito em poder contribuir de uma forma que o projeto continue ajudando cada vez mais cidadãos”, disse o prefeito.

O padre Paulo disse que houve empenho dos vereadores na tramitação e aprovação do projeto de lei.

“A prefeitura e a câmara sempre apoiaram projetos que beneficiaram o Ijoma porque entendem a relevância desta causa social. Construiremos um projeto audacioso, um Centro de Referência, não para cuidar de doentes, e sim para cuidar do cidadão em seu direito à saúde e à vida. Câncer mata, mas pode ser prevenido desde que haja uma sociedade consciente”, disse o presidente do Ijoma.

Os vereadores Acácio Favacho (Pros), presidente da CMM, e Eddy Clay, falaram do drama vivido em suas próprias famílias por causa da doença, ressaltando que o projeto beneficia todo o Estado.

Prefeito Clécio disse que pedido do Ijoma está dentro das atenções do município

Prefeito Clécio disse que pedido do Ijoma está dentro das atenções do município

“Coloco-me à disposição do instituto não apenas como parlamentar, mas como cidadão movido pelo sentimento de que nunca devemos desistir dessa luta pela vida”, conclui o presidente da CMM.

A sessão ainda homenageou personalidade que contribuem com o trabalho do Ijoma. Os voluntários e doadores receberam Votos de Louvor.

Compartilhamentos