Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Vereadores de Macapá anunciaram que irão aprovar o projeto de lei que doa um novo terreno ao Instituto do Câncer Joel Magalhães (Ijoma). O assunto foi discutido nesta quinta-feira, 16, entre parlamentares e o presidente do instituto, padre Paulo Roberto.  

Os vereadores estiveram na sede do Ijoma, no Bairro Alvorada, para uma reunião com o padre Paulo no dia em que Joel Magalhães, o jovem que morreu por causa do câncer, completaria 35 anos se estivesse vivo.

Ijoma deve ampliar atendimento com nova área. Foto: Arquivo

Ijoma deve ampliar atendimento com nova área. Foto: Arquivo

O projeto de lei de autoriza a doação do terreno para a ampliação dos serviços de prevenção do câncer já tramita nas comissões permanentes da CMM, e o presidente Acácio Favacho (Pros) adiantou que vai pedir pressa na análise para que ele seja votado em plenário no próximo dia 23. 

Vereadores devem votar o projeto de lei de doação do terreno no próximo dia 23. Fotos: Ascom

Vereadores devem votar o projeto de lei de doação do terreno no próximo dia 23. Fotos: Ascom

“O Ijoma cumpre papel social decisivo em apoio aos pacientes de câncer e seus familiares”, disse Acácio, lembrando que na legislatura passada a Câmara Municipal de Macapá concedeu Título de Utilidade Pública ao Ijoma. “Todas as iniciativas do Ijoma em favor das pessoas diagnosticadas com câncer tem apoio da Câmara de Vereadores. A missão do padre Paulo Roberto é nobre”, acrescentou

Doadores

O padre Paulo entregou ao presidente Acácio Favacho uma relação com 21 nomes de pessoas que sempre contribuem com o instituto. O Ijoma se mantém graças a doações. O presidente da entidade pediu que a CMM preste homenagens aos doadores. A solicitação foi aceita.

Os títulos honoríficos também deverão ser entregues no dia 23. Participaram da visita ao Ijoma os vereadores Aldrin Torrinha(PROS), Ruzivan Pontes (Solidariedade), Marcelo Dias (PPS), André Lima (PPL) e Gian do Nae (PT do B).    

Compartilhamentos