Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

A justiça o Amapá ouviu na manhã dessa sexta-feira, 29, na 5ª Vara Criminal de Macapá, Márcio Cleiton Amaral de Sena, de 23 anos. Ele é acusado de atropelar e matar o empresário e ciclista Roberto de Souza Fernandes, conhecido por ‘Bob Fernandes’. A audiência de instrução marca o início do longo processo de julgamento do réu.

Essa foi primeira audiência do caso que tem apenas Márcio Cleiton como réu. Nessa sexta, a justiça expediu mandados para mais quatro pessoas que foram testemunhas do acidente.

O acusado não quis falar com a imprensa, mas se mostrou arrependido do crime durante o interrogatório. Ele disse que estava fora de si por que havia consumido álcool e estava dirigindo. Ele responde ao crime em liberdade.

Réu depõe diante do juiz do caso. Fotos: Cássia Lima e arquivo

Réu depõe diante do juiz do caso nessa sexta-feira, 29. Fotos: Cássia Lima e arquivo

A justiça não divulgou nova data de instrução, mas uma audiência será marcada para ouvir as testemunhas.

Bob, como era conhecido por amigos e parentes, foi atropelado na manhã no dia 3 agosto de 2014 quando pedalava com amigos na Rodovia JK. Ele teria parado a bicicleta para ajudar uma ciclista quando foi atingido pelo carro que não prestou socorro.

O veículo que estava em alta velocidade ainda ficou desgovernado e saiu da pista, indo parar numa área alagada.

Carro ficou desgovernador depois do atropelamento

Carro ficou desgovernado depois do atropelamento

De acordo com a investigação da Polícia Civil, Márcio apresentava sinais de embriaguez e chegou a negar que era ele quem conduzia o carro na hora do acidente, ao contrário do que afirmaram testemunhas. Ele foi indiciado por homicídio doloso.

O caso, assim como outros, virou símbolo da luta contra a imprudência no trânsito. Bob é homenageado pelo Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) com o nome da corrida de rua mais badalada do Amapá.  

Compartilhamentos