Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM) do Amapá prendeu dois homens que pretendiam assaltar uma residência no Bairro Infraero II, na zona norte de Macapá, na madrugada dessa sexta-feira, 29. Eles confessaram ter ‘alugado’ uma arma para executar o crime.

A prisão ocorreu na Avenida Tancredo Neves depois que policiais que estavam numa viatura suspeitaram de dois homens em uma moto e resolveram fazer a abordagem. Durante a revista, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com o carona identificado como Orleno Costa dos Reis, de 29 anos (camisa branca).

Moto presa usada pelos suspeitos. Fotos: Olho de Boto

Moto presa usada pelos suspeitos. Fotos: Olho de Boto

Número verdadeiro da placa é 4665: 6 foi transformado em 8

Número verdadeiro da placa é 4665: 6 foi transformado em 8

Outro crime estava caracterizado no veículo conduzido pelos dois suspeitos. Os policiais descobriram rapidamente que a placa da moto estava com a numeração adulterada com fita isolante. O número 6 foi transformado em 8 com um pedaço de fita.  

“Eles relataram que iam fazer um roubo à residência no Infraero II. Mas o crime foi frustrado por que havia muita gente na casa, então eles foram ao Pacoval atrás de um armamento alugado para voltar a casa e fazer o roubo”, comentou o tenente M. Martins.

Arma foi alugado no Bairro do Pacoval

Arma foi alugada no Bairro do Pacoval

Roupa de mototaxista clandestino e outras para usar depois do crime, segundo a polícia

Roupa de mototaxista clandestino e outras para usar depois do crime, segundo a polícia

Os policiais foram até a casa onde os suspeitos disseram que alugaram a arma para fazer o assalto, mas o dono do revólver não foi encontrado.

O condutor da moto, identificado como Paulo de Souza Dias, de 35 anos (camisa preta), usava uma camisa de mototaxista clandestino e carregava outras roupas na mochila.

 “Eles tão praticando muitos roubos de madrugada em residência, e eles trocam de roupas depois do roubo para dificultar o reconhecimento”, explicou o oficial da PM.

Os dois foram apresentados no Ciosp do Pacoval, onde foram autuados em flagrante por tentativa de roubo, porte ilegal de arma de fogo e adulteração de dados de veículo. Eles ainda não tinham passagem pela polícia.

Compartilhamentos