Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Uma amapaense que mora na França é uma das vítimas parciais do atentado ocorrido na noite de quinta-feira, 14, em Nice, no sul francês. O atentado deixou 84 pessoas mortas e mais de 100 feridos. A vítima amapaense está internada em estado grave.

A amapaense é Ana Lourdes Mont’Alverne Dossetto, idade ainda não divulgada. Ela assistia à queima de fogos em comemoração ao 14 de julho, Dia da Bastilha, quando um caminhão desgovernado atropelou diversas pessoas.

Motorista do caminhão foi alvejado com tiros. Foto: Isto é

Motorista do caminhão foi alvejado por tiros. Fotos: Isto é

A filha de Ana, Marjorie Dossetto, não quis falar com a imprensa, mas publicou no seu perfil no Facebook que sua mãe sofreu fraturas múltiplas, com ferimentos graves no crânio, costelas e coluna. As lesões e ferimentos foram ocasionados por ter sido pisoteada. Lourdes tentava fugir em meio à multidão, mas veio a cair. Informou ainda que a mãe será transferida para o hospital em Cannes. 

Oitenta e quatro pessoas morreram

Atentado deixou 84 pessoas mortas

O atentado ocorreu por volta das 22h30 (17h30 em Brasília) no Promenade des Anglais, uma das principais avenida à beira-mar de Nice. Segundo informações do governo francês, o veículo percorreu 2 quilômetros entre a multidão atingindo dezenas de pessoas. O atentado está sendo tratado com “caráter terrorista”.

‘Lurdinha’, com era mais conhecida, é uma das filhas da professora Aracy Mont’Alverne, falecida em 2002 e que foi homenageada com o nome de uma escola.

Compartilhamentos