Compartilhamentos

SELES NAFES

O relato é assustador de um dos sobreviventes do acidente que matou duas pessoas na BR-210 na tarde da quinta-feira, 7, na BR-210, interior do Amapá. O empresário Haroldo Santos, ex-apresentador do SBT, afirma que o motorista do carro que os atingiu teria provocado o acidente de forma intencional.

A colisão ocorreu por volta das 13h num retão do KM-38. O Corolla do empresário era dirigido pelo empresário paranaense Devanir Borzone, de 62 anos, que morreu no local. O veículo seguia no sentido Porto Grande/Macapá quando colidiu de frente com o Prisma dirigido Sérgio Cristiano Lutzer, de 52 anos, que também teve morte instantânea.

Corolla do empresário Haroldo Santos ficou menos destruído. Fotos: Márcio Barcellar

Corolla do empresário Haroldo Santos ficou menos destruído. Fotos: Márcio Barcellar

“Estávamos trafegando normalmente. A viagem era tranquila. O nosso motorista estava abaixo de 100 km/h. O motorista do Prisma jogou literalmente o carro pra cima da gente. O Devanir tirou o que pôde, tanto é que ele (Prisma) nos pegou já no barranco, sem chance de sair mais pra lugar algum”, disse Haroldo Santos.

O empresário diz que os dois carros estavam a uma distância de 50 metros quando o Prisma entrou na contramão.  Haroldo diz que foi possível ver o motorista do Prisma olhando na direção do Corolla.

Prisma dirigido por Sérgio Luter ficou completamente destruído

Prisma dirigido por Sérgio Luter ficou completamente destruído

“Ele não estava desmaiado. Eu vi, todos viram ele dirigindo na nossa direção. A cena foi rápida, mas deu pra ver. Se ele quisesse tirar teria tirado para a esquerda assim como Devanir tirou para a direita”, avalia.

“Pra mim foi tentativa de suicídio. Estou falando com a sã consciência. Só deu tempo do Devanir dizer: olha esse doido! E tirou o que pôde para a direita. O motorista do Prisma estava acordado e não estava inclinado para frente. Depois desmaiei, e quando acordei eu estava com as pernas para o alto e em acima do corpo do Devanir. Foi terrível”, lembra Haroldo Santos, que teve ferimentos no rosto e já está em casa.

Sérgio Lutzer viajava sozinho

Sérgio Lutzer viajava sozinho

O empresário Elinaldo Kzan, que viajava no banco de atrás do Corolla de Haroldo Santos, continua internado em estado grave no Hospital de Emergência de Macapá. Ele está com as costelas quebradas e com suspeita de hemorragia. Ele seria submetido a uma cirurgia ainda na manhã desta sexta-feira, 8.

O site SELESNAFES.COM não conseguiu localizar parentes parentes de Sérgio Lutzer, que conduzia o Prisma.

“A perícia no local foi feita pela Polícia Técnica (Politec), mas a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também fez um levantamento. Um relatório com parecer deverá divulgar em 3 dias”, informou o inspetor Augusto Santos.

Compartilhamentos