Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Três homens foram presos em flagrante na tarde dessa terça-feira, 26, acusados de se passarem por policiais militares e de prometer liberar veículos recolhidos para o pátio do Detran. Uma pessoa que teria sido vítima do golpe denunciou.

O caso era investigado pelo setor de inteligência do Departamento de Trânsito do Amapá. Samir do Nascimento Franco, 26 anos, João Leno Vilhena Estrão, 25 anos, e Jernandes do Carmo Lousada, 26 anos, foram presos em frente à Escola Gabriel de Almeida Café, no Centro.

Polícia recuperou quantia em dinheiro e apreendeu aparelhos celulares de posse do trio. Fotos: Olho de Boto

Polícia recuperou quantia em dinheiro e apreendeu aparelhos celulares de posse do trio. Fotos: Olho de Boto

De acordo com a vítima que denunciou o golpe, eles teriam cobrado a quantia de R$ 5 mil na venda de um suposto veículo que estaria no pátio do órgão. O veículo seria dado baixa no sistema do Detran como venda feita através de leilão.

Segundo informações do sargento Pascoal, do setor de inteligência do Departamento de Trânsito, o trio se passava por policiais militares.

Samir se passava

João Leno Vilhena se passava por policial 

“O Samir, por exemplo, disse à vítima que se chamava sargento Mathias. A vítima havia entregado a quantia de R$ 2 mil ao trio. Algumas cédulas foram marcadas por ela. Na hora da prisão, eles estavam com as mesmas notas”, relatou o sargento.

Carro usado por Samir nas negociações

Carro usado por Samir nas negociações

De acordo com informações policiais, mais pessoas foram vítimas do golpe. Nenhum carro teria saído do pátio do Detran. Eles agiam sempre da mesma maneira.

“Eles compravam um chip de celular novo. Negociavam com as vítimas e depois que pegavam o dinheiro, sumiam sem entregar carro algum. Vale ressaltar que nenhum veículo saiu do pátio do Detran”, explicou.

A operação contou com o apoio do Batalhão de Radiopatrulhamento Motorizado (BRPM). A polícia conseguiu recuperar a quantia de R$ 425 e apreendeu aparelhos celulares, cartões de crédito e um veículo usado pelo trio. Todo o material apreendido e os três homens foram apresentados no Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos