Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Um festival de flores e plantas tem encantado os amapaenses nesses últimos dias. São bromélias, orquídeas, samambaias e mais 200 espécies sendo comercializadas ao lado do Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá. 

IMG_0985

Professora aposentada, Dione Santos, aproveitou para comprar novas mudas para o jardim. Fotos: André Silva

“Cultivar flores e plantas é mais que um lazer, é um estilo de vida”, diz a professora aposentada Dione Santos, de 77 anos.  Ela conta que passou por problemas de saúde e não conseguiu continuar cuidando do jardim que tinha em casa. Agora recuperada, vai cultivar um novo jardim. “Vida nova, flores novas”, disse.

Amapá recebe o festival pela primeira vez

Amapá recebe o festival pela primeira vez

As flores vêm de Holambra, o nome é bem sugestivo. A mistura de Holanda e Brasil deu origem ao nome da cidade do interior de São Paulo, fundada por Holandeses em 1991. Ela é muito conhecida pelo seu cultivo de flores.

IMG_0987

Espécies expostas no festival foram cultivadas no interior de São Paulo

Bonsais

Bonsai exposto no festival

O Festival de Flores de Holambra acontece há mais de 16 anos em vários lugares do Brasil e esse ano o Amapá recebe sua primeira edição.

Bruno Sousa, organização do festival: "

Bruno Sousa, organização do festival: “festival mostra diversidade de flores que existe pelo mundo”

“O objetivo do festival é mostrar a diversidade de flores que existe pelo mundo. Dando assim a possibilidade de as pessoas adquirirem flores e plantas que elas não encontram aqui no Amapá”, disse Bruno Sousa, um dos organizadores do evento.

 

Minis cactos são sucesso de vendas no festival, custam R$ 8

Minis cactos são sucesso de vendas do festival, custam R$ 8

Entre as várias espécies estão as mais raras como as orquídeas, plantas carnívoras e bonsais. Os inúmeros minis cactos chamam a atenção pelas formas e preço, não passam de R$ 8, sendo os mais procurados pelos frequentadores do festival.

IMG_0988

Festival vai até o próximo domingo, 17

O evento começou no último dia 8 e vai até o dia 17 de julho, no horário de 9h às 21h. A organização é do Centro Espírita União do Vegetal e Vivero Dani Luz.

Compartilhamentos