Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O governo francês acerta com o Brasil detalhes que podem resultar na inauguração da ponte binacional, na fronteira com a Guiana Francesa, no extremo norte do país. A intenção dos franceses é inaugurar a alça viária no dia 16 de novembro.

A informação foi repassada ao senador Randolfe Rodrigues (Rede) durante café da manhã na Embaixada da França, em Brasília, na quarta-feira, 6. 

Embaixador da França no Brasil, Laurent Bili; senador Randolfe e a diretora do Departamento das Américas no Ministério dos Assuntos Exteriores da República Francesa, Kareen Rispal. Foto: Divulgação

Embaixador da França no Brasil, Laurent Bili; senador Randolfe e a diretora do Departamento das Américas no Ministério dos Assuntos Exteriores da República Francesa, Kareen Rispal. Foto: Divulgação

O encontro reuniu o embaixador da França no Brasil, Laurent Bili, e a diretora do Departamento das Américas no Ministério dos Assuntos Exteriores da República Francesa, Kareen Rispal.

A ponte de 378 metros de cumprimento está pronta desde 2011. Mas a demora do Brasil para terminar as obras alfandegárias e a lentidão dos dois países para definir regras de trânsito sobre a ponte emperraram a inauguração.

18 de maio de 2015: Manifestantes ameaçam atravessar a ponte para o lado francês em protesto

19 de maio de 2015: Manifestantes ameaçam atravessar a ponte para o lado francês em protesto pela falta de energia na cidade. Foto: Humberto Baía

Em Oiapoque, no lado brasileiro, a estrutura de fiscalização ainda não está totalmente pronta para receber as equipes da Receita Federal, Anvisa, e outros órgãos. 

No último dia 22, Randolfe Rodrigues levou uma delegação amapaense formada pelo governador do Amapá, Waldez Góes, e parlamentares, para conversar com o ministro das Relações Exteriores, José Serra. Foi a primeira vez que um ministro da pasta tratou do assunto com representantes do Amapá. 

Escritórios aduaneiros do Brasil ainda sem utilidade. Fotos: Arquivo

Foto tirada há 1 ano mostra escritórios aduaneiros do Brasil ainda sem utilidade. Foto: Arquivo

“A inauguração da ponte vai trazer diversos benefícios para nosso estado. Essa é, sem sombra de dúvida, mais uma porta que se abre para o desenvolvimento de nossa região e do país”, comemorou.

Compartilhamentos