Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um garoto de apenas 13 anos morreu no sábado, 23, depois de ser atingido na cabeça por uma garrafada enquanto nadava no Rio Amazonas. O golpe foi desferido por um homem que estava dentro de uma embarcação que estava partindo do Canal do Jandiá, na zona leste de Macapá.

Segundo testemunhas, Rian Monte de Sousa, de 13 anos, estava nadando com amigos no canal e decidiu segurar na lateral da embarcação como sempre fazem os meninos ribeirinhos durante as brincadeiras.

Alguém ainda não identificado pela polícia não gostou da brincadeira e acertou a garrafada na cabeça do menino que caiu desmaiado nas águas e desapareceu. A agressão ocorreu por volta das 15h, mas o corpo só foi encontrado depois das 17h.

Corpo pegou chuva, e só foi removido às 19h30min pela Politec. Fotos: Olho de Boto

Corpo pegou chuva, e só foi removido às 19h30min pela Politec. Fotos: Olho de Boto

A embarcação, que já estava em deslocamento, seguiu viagem como se nada tivesse acontecido. A família diz que sabe quem foi, mas só dirá à Polícia Civil.

A demora para remover o corpo do menino revoltou os parentes.

“Tirarem meu sobrinho da água cinco horas. Já choveu, e pode chover de novo. Poxa, não é um cachorro que está aqui. É uma criança. Nós já estamos sofrendo pela perda e ainda tem essa última humilhação”, desabafou Márcia Pereira de Sousa, tia de Rian.

O corpo só foi removido pela Polícia Técnica do Amapá (Politec) somente por volta das 19h30min. 

Compartilhamentos