Compartilhamentos

SELES NAFES

Olá, pessoal! Lá vai mais uma dica de turismo pelas maravilhas naturais do Amapá. Desta vez eu estava com a família no fabuloso Recanto Família Bianchi, e depois de uma noite muito legal no restaurante e barzinho super-charmoso do hotel, decidimos no dia seguinte conhecer a ‘Cachoeira do Traíra’, que fica a apenas 5 minutos do Recanto. Valeu a pena!

Depois de menos de 10 quilômetros saindo do Família Bianchi, do lado de esquerdo da BR-156 no sentido Ferreira/Tartarugalzinho, há uma placa indicando o ramal correto.

Ramal pode ser percorrido tem pouco mais de 5 minutos. Fotos: Seles Nafes

Ramal pode ser percorrido tem pouco mais de 5 minutos. Fotos: Seles Nafes

Pedras revelam que o lugar já foi o leito de um rio

Pedras revelam que o lugar já foi o leito de um rio

O caminho é muito bom. A paisagem é deslumbrante, especialmente pelos morros verdes cercados de pedras que revelam que o lugar no passado muito distante também foi o leito de um rio.

A placa na entrada da cachoeira engana os desavisados sobre a proibição de levar comida e bebida, mas os responsáveis pelo lugar não atualizaram a informação. Na verdade é permitido levar os próprios alimentos e fazer um churrasco ao lado dos pequenos quiosques de madeira na margem das corredeiras.

Um visual de tirar o fôlego

Um visual de tirar o fôlego

Corredeira ganhou o apelido de Cachoeira do Traíra

Corredeira tem várias quedas e ganhou o apelido de Cachoeira do Traíra

Água corre entre as pedras. Como diz o jornalista Fran Tavares, "um espetáculo de rara beleza"

Água corre entre as pedras. Como diz o jornalista Fran Tavares, “um espetáculo de rara beleza”

Contudo, é preciso pagar uma taxa de R$ 20 por carro e pronto: lugar liberado para o lazer e contemplação das corredeiras que ganharam o apelido de cachoeira.

Mas quem preferir não levar nada não vai passar fome. O lugar é administrado por uma família que oferece um cardápio modesto que inclui galinha caipira e peixe frito, com pouca variedade de bebida. A galinha inteira custa R$ 70. 

Lugar é administrado por uma família que oferece um cardápio modesto aos visitantes

Lugar é administrado por uma família que oferece um cardápio modesto aos visitantes

Famílias fazem seus churrascos ao lado dos pequenos quiosques

Famílias fazem seus churrascos ao lado dos pequenos quiosques

Placa engana os desavisados

Placa engana os desavisados sobre alimentos, mas a taxa foi mantida

O visual é incrível, e o barulho de água caindo é ouvido de longe.

A diversão é pular de pedra em pedra para tomar banho na maior queda d’água da corredeira, onde é possível sentar e aproveitar a hidromassagem natural no meio de muito verde.

De volta ao Recanto Família Bianchi, olha só o que esperava a gente

De volta ao Recanto Família Bianchi, olha só o que esperava a gente no restaurante

Almoço perfeito para o fim de um passeio perfeito, ainda mais contemplando essa maravilha, a prainha do Recanto

Almoço perfeito para o fim de um passeio perfeito, ainda mais contemplando essa maravilha, a prainha do Recanto

Depois de 1 hora voltamos para o Recanto Família Bianchi para almoçar: no cardápio variado do confortável restaurante tinha caranguejo ao toque-toque, ao lado da prainha que é uma das marcas do hotel. Aí, foi covardia. Bom passeio!

Tradicional selfie: isso é Amazônia

Tradicional selfie por onde eu passo: isso é Amazônia. Na foto de capa, minha esposa Jane e o caçula Marvin

 

Compartilhamentos