Compartilhamentos

ANDRÉ SILVA

Apenas cinco municípios dos dezesseis que compõem o Amapá entraram no mapa do turismo no Brasil. O mapa é organizado pelo Ministério do Turismo (Mtur). Segundo a Secretaria do Turismo do Estado (Setur), todos os municípios foram provocados a enviar informações para o Ministério, pois só assim eles iriam adquirir a classificação de cidade turística.

serra do navio

Vila de Serra do Navio foi tombada pelo Iphan como patrimônio histórico nacional

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), em 2014 o setor cresceu 6,7% no país movimentando R$ 11,9 bilhões. Em 2015, ano que antecedeu a crise financeira e política, foi registrado que só entre as operadoras de pacotes turísticos o faturamento chegou a casa dos R$ 11 bilhões.

Não há dados sobre faturamento do setor no Amapá, que dispõe de farta beleza natural, mas pouca infraestrutura de receptivo como requer o mercado.

TARTARUGALZINHO -AMAPA09

Tartarugalzinho possui áreas propícias para passeios ecológicos e pesca esportiva

O mapa foi divulgado no último dia 13. Nele, 2.175 municípios foram categorizados como regiões turísticas. No Amapá apenas cinco se destacam por terem uma infraestrutura turística básica: Macapá, Oiapoque, Santana, Serra do Navio e Tartarugalzinho.

oiapoque

Oiapoque é uma das cinco cidades amapaenses que entraram no mapa do turismo do Mtur

O redimensionamento feito pelo governo federal foi pensado para melhorar a atuação do Mtur.  As consultas foram concluídas em abril deste ano e o resultado apresentado no Fórum Estadual de Turismo.

A secretária de Turismo do Amapá, Cíntia Lamarão, comemorou o resultado e disse ser positivo para o setor local.

Cíntia Lamarão, secretária da Setur:

Cíntia Lamarão, secretária da Setur: “classificação é positiva para o setor”

“Com a atualização, poderá ser otimizada a implantação e execução das políticas públicas no setor no Amapá”, disse.

Compartilhamentos