Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A Polícia Federal no Amapá deflagrou nesta quarta-feira, 20, a ‘Operação Antígeno’, que investiga o desvio de R$ 800 mil das contas da Secretaria de Saúde do município de Vitória do Jari, no sul do estado.

Antígeno é o nome que se dá para a partícula que produz anticorpos, e foi escolhido pela PF por que um desvio gerou várias investigações na cidade.

A Polícia Federal afirma que dinheiro da saúde foi transferido de forma irregular para contas de pessoas e empresas entre abril de 2014 e abril de 2015, quando as investigações começaram. Algumas empresas seriam de fachada, criadas apenas para movimentar dinheiro.

Foram cumpridos três mandados de prisão temporária (5 dias), sete mandados de busca e apreensão e seis mandados de condução coercitiva nas cidades de Macapá, Laranjal do Jari, Almerim (PA) no Distrito de Monte Dourado.

A operação contou 41 policiais federais. Os suspeitos podem ser indiciados por associação criminosa, falsidade ideológica, peculato e lavagem de dinheiro.

A PF não detalhou como os desvios ocorriam, porque a investigação corre em segredo de Justiça.

Compartilhamentos