Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Três homens que jantavam em um restaurante no Bairro do Buritizal, na Zona Sul de Macapá, na madrugada desta sexta-feira, 1º,  chamaram a atenção de policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Amapá que resolveram fazer uma abordagem.

Um deles é foragido da Justiça do Pará, e os três são suspeitos de assaltar uma farmácia na capital Macapá. No celular de um dos acusados havia vídeos e fotos eróticas com menores.

O restaurante onde eles estavam fica na Rua Miguel Faustino. Por volta das 2h30min, os policiais passaram pelo local, olharam para os clientes e desconfiaram. A viatura voltou e estacionou no estabelecimento.

Durante a abordagem um deles apresentou um documento de identificação suspeito, e depois de consultas ao sistema os policiais descobririam que se tratava de Nazareno Borges Leitão, procurado pela Justiça paraense por homicídio.

Os três foram reconhecidos por funcionárias da farmácia

Os três foram reconhecidos por funcionários da farmácia

 

Simulacro estava no quarto onde os trio estava hospedado

Simulacro estava no quarto onde os trio estava hospedado

Os três homens são paraenses, e revelaram que estavam morando juntos em um quarto alugado no Buritizal. Os policiais foram com eles até o local e descobriram chips de celular, um simulacro de arma de fogo e placas de carro supostamente usadas em um veículo para cometer assaltos em Macapá.

Mas o item que mais chamou atenção dos policiais no quarto foi um jaleco de uma rede de farmácias da capital.

“Fomos à farmácia e descobrirmos que há 1 mês o local foi assaltado e um dos funcionários reconheceu eles como assaltantes. Além disso, verificando o celular do Nazareno Leitão descobrirmos imagens de crimes de pedofilia que agora serão investigados pela Polícia Civil”, informou o tenente Lima Lúcio, do Bope.

Placas de carro seriam falsas. Fotos: Olho de Boto

Jaleco da farmácia assaltada e placas falsas de carro. Fotos: Olho de Boto

Também foram presos Anderson da Silva de  Souza , de 22 anos, e Elione Souza Santos,  de 28 anos. Um carro que estava em poder dos suspeitos foi apreendido. A numeração do motor não batia com os outros dados do veículo.

Os três foram apresentados no Ciosp do Pacoval e aguardarão audiência de custódia.

Compartilhamentos