Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Dois homens acusados de assaltos em Macapá e no interior do Amapá morreram numa troca de tiros com uma equipe do Batalhão de Rádio Patrulhamento Motorizado (BRPM). Eles foram surpreendidos em uma residência na zona norte quando planejavam mais um roubo, informou a PM.

O conflito ocorreu durante a tarde de segunda-feira, 2, depois que policiais receberam a informação de que havia um grupo composto por cinco criminosos em uma residência no Bairro Morada das Palmeiras. Seriam ‘Baba’, ‘Balotele’, ‘Júnior’, ‘Seco’, e ‘Maranhão’, todos com mandados de prisão. Eles também estariam aterrorizando os moradores. 

Dois deles teriam participado do roubo a um caixa eletrônico do Bradesco, no município de Porto Grande, a 105 quilômetros de Macapá, há cerca de dois meses.

'Júnior' estava com mandado de prisão decretado. Foto:: Arquivo policial

‘Júnior’ estava com mandado de prisão decretado. Foto:: Arquivo policial

Ao chegar a casa os policiais se identificaram. Três suspeitos conseguiram fugir pelos fundos da residência e entraram por uma área de ressaca. Dois permaneceram no interior da residência.

Os policiais decidiram entrar no imóvel e foram recebidos com tiros. No revide, que durou poucos segundos, dois criminosos foram abatidos.

Jonatas Carlos Ferreira, de 21 anos, o Júnior; e Daniel Caldas dos Santos, de 18 anos, foram levados para o Hospital de Emergência de Macapá onde já chegaram mortos.

Os policiais encontraram com os acusados duas armas de fogo: um revólver calibre 38 com 3 munições deflagradas e um ‘artefato complexo artesanal’ calibre 12 com uma munição deflagrada e duas intactas. As armas foram entregues no Ciosp do Pacoval.

Compartilhamentos