Compartilhamentos

SELES NAFES

A Polícia Civil do Amapá investiga o estupro de uma atleta do Ceará que estava em Macapá para um campeonato regional de karatê. O crime ocorreu dentro de um hotel no centro comercial da capital no dia 1º de agosto

A vítima tem 16 anos e estava no hotel junto com a delegação cearense quando disse ter sido surpreendida por um invasor dentro de seu quarto.

“Ela relatou que ele estava armado e usou de violência para cometer o ato”, comentou o delegado Daniel Mascarenhas, da Delegacia Especializada em Investigação de Atos Infracionais (Deiai).

Depois que o agressor fugiu, a adolescente foi socorrida por outros atletas e funcionários do hotel que chamaram a polícia. A adolescente foi levada para a Deiai e depois para a Polícia Técnica do Amapá (Politec) onde foi ouvida por uma psicóloga.

A vítima também recebeu anticoncepcional e um coquetel antiviral, usado em casos desse tipo para ajudar a evitar doenças sexualmente transmissíveis. Parentes da atleta vieram para o Amapá acompanhar a menina que já embarcou de volta para o Ceará.

Antes, contudo, adolescente relatou à polícia que o homem era afrodescendente, alto e forte. A Deiai tomou o depoimento de atletas e do proprietário do hotel.

Caso está sendo investigado pela Deiai. Foto: Arquivo

Caso está sendo investigado pela Deiai. Foto: Arquivo

Na quinta-feira, 11, o delegado Daniel Mascarenhas vai voltar ao local para conversar com funcionários do hotel e tentar entender o que houve. Existem muitas perguntas a serem respondidas. Uma delas é como o agressor sabia qual quarto invadir.

“Outra questão é saber como o agressor entrou no hotel sem que os funcionários percebessem. Voltaremos amanhã lá atrás dessas e outras questões, e verificar também se existem câmeras de segurança em funcionamento”, adiantou o delegado.

O site SELESNAFES.COM conseguiu falar com o dono do hotel. Ele confirmou a existência de câmeras que mostram às 6h30min do dia primeiro de agosto um homem que seria o estuprador andando na área da piscina do hotel.

Ele teria invadido o local por um muro na parte de trás do terreno. Sobre o quarto escolhido para invadir ter sido da atleta do Ceará, o proprietário acha que foi coincidência.

“Acho que foi por acaso. Ele arrombou a janela do quarto onde a menina estava”, frisou. 

O criminoso já teria sido identificado por funcionários do empresário.

“Sabemos o nome dele. É viciado em drogas e fica fumando com outros viciados aqui perto do hotel. Ele foi reconhecido por várias pessoas aqui de próximo”, comentou o empresário, que vai repassar as imagens para a polícia amanhã.  

Compartilhamentos