Casal mata idoso acusado de estuprar menina de 11 anos

De acordo com a polícia, a menina já havia sido violentada uma outra vez, aos sete anos de idade
Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Após ser acionado, uma equipe do 7º Batalhão da PM do município de Porto Grande, distante 105 quilômetros de Macapá, encontrou o corpo de um idoso identificado por João Câncio Ribeiro, 62 anos. Segundo a polícia, o senhor havia estuprado uma menina de 11 anos. A mãe da criança e o padrasto foram presos pela morte do idoso.

O crime ocorreu na tarde de quarta-feira, 24. De acordo com a Polícia Civil, João Câncio teria convidado a menina para pegar ovos em seu sítio, que ficava próximo a casa da vítima. Chegando lá, a menor foi levada para o quarto, onde foi violentada.

Ainda de acordo com a polícia, a mãe da menina, Claudinete Correa Moraes, 34 anos, e o companheiro, Gilson Carlos Rodrigues de Oliveira, 38, munidos de terçados foram até a residência do idoso, que tentou fugir, mas foi alcançado pelo casal. João foi atingido por três golpes na cabeça e morreu no local. O casal foi preso logo em seguida.

“O mais chocante é que essa é a segunda vez que a menina é violentada. A primeira vez que ela foi abusada foi em 2012, quando tinha apenas 7 anos. Ela foi encaminhada para exames em Macapá”, ressaltou o delegado Júlio Cesar, de Porto Grande.

O caso é tratado como homicídio privilegiado qualificado, tomado por violenta emoção. Nesses casos, a justiça tende a liberar os acusados para responder em liberdade.  

“O casal encontra-se preso, aguardando a audiência de custódia. Pedimos pela prisão preventiva de ambos pela natureza do caso. Agora é aguardar a decisão da justiça”, comentou o delegado.

Deixe seu comentário
Compartilhamentos
Insira suas palavras de pesquisa e pressione Enter.