Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

A direção nacional da Coca-Cola estuda a possibilidade de reativar a fabricação do refrigerante no Amapá. Foi o que disse o diretor e gerente de alianças estratégicas da Coca-Cola Brasil, Thiago Skaf, ao deputado federal Vinícius Gurgel (PR/AP). Os dois discutiram medidas compensatórias para que seja possível o retorno da fábrica.

Deputados Luciana e Vinícius Gurgel ao lado do diretor de estratégias da Coca-Cola, Thiago Skaf. Foto: Divulgação

Deputados Luciana e Vinícius Gurgel ao lado do diretor de estratégias da Coca-Cola, Thiago Skaf. Foto: Divulgação

Gurgel assumiu a frente das negociações entre o Amapá e a multinacional, que quer aproveitar os incentivos da Zona Franca Verde, mas também espera estímulos fiscais do governo do Estado.

O encontro ocorreu na Câmara dos Deputados na sede da liderança do Partido da República na quarta-feira, 24.  

A reativação da fábrica pode gerar dezenas de novos empregos. Em abril de 2014, a Brasil Norte Bebidas, proprietária da Coca-Cola no Amapá, anunciou o fechamento de seu parque industrial com a demissão de mais de 60 profissionais.

A partir de então, a empresa no Amapá passou apenas a distribuir o refrigerante produzido em Belém (PA).

Vinícius Gurgel defendeu a política fiscal do estado, e garantiu que o pedido de maiores incentivos será avaliado pelo governo.

Compartilhamentos