Compartilhamentos

SELES NAFES

Se não houver outra reviravolta, o deputado Jaci Amanajás (PV) será eleito nesta sexta-feira, 5, o novo presidente da Assembleia Legislativa do Amapá. O nome do deputado tem o apoio declarado de 19 parlamentares, mas o número pode chegar a 21 no total, se as deputadas Marília Góes e Maria Góes, ambas do PDT, participarem da sessão.

Pelo acordo firmado na quinta-feira, 4, durante as manobras que derrubaram Kaká Barbosa (PT do B) da presidência – obrigado a renunciar junto com toda a diretoria -, Jaci vai conduzir uma mesa diretora forma praticamente pelos mesmos membros, com duas exceções: Charles Marques (PSDC) será o 2º vice (cargo que estava vago desde a saída de Moisés Souza da presidência em dezembro de 2015), e Fabrício Furlan (PMB) que deve assumir a 2ª secretaria.

A movimentação de bastidores para tirar Kaká Barbosa do poder foi intensa, e ele participou de todas as negociações tentando se manter na cadeira até o último momento.

Augusto Aguiar vai ficar de fora da nova mesa: condição imposta por Kaká. Foto: Arquivo

Augusto Aguiar vai ficar de fora da nova mesa: condição imposta por Kaká. Foto: Arquivo

Diante da recusa de 19 deputados, ele resolveu ceder com uma condição: que na nova mesa diretora não constasse o deputado Augusto Aguiar (PMDB), desafeto declarado e com quem quase saiu para as vias de fato recentemente.

O clima de guerra entre os dois deputados começou quando o ex-deputado Edinho Duarte (PP) ingressou com pedido de cassação de Aguiar alegando que o parlamentar tinha muitas faltas. O deputado denunciado conseguiu reverter a situação e salvar o mandato, mas o episódio gerou uma querela entre ele e outros parlamentares gerando o desgaste dele próprio.

Durante a negociação de ontem, Augusto Aguiar, sentindo que não era mesmo bem vindo ao grupo que continuará comandando a Alap, resolveu aceitar o acordo e ficar de fora da nova composição.

Jaci Amanajás deve assumir hoje se concorrência. O único deputado que ainda ensaiou articular apoio para concorrer, mas depois retirou a intenção, foi Charles Marques.

A sessão que deve eleger Jaci Amanajás está marcada para às 9h30min.

Compartilhamentos