Compartilhamentos

SELES NAFES

O Espaço Red, na cidade de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, ficou pequeno para uma grande noite. Era o encontro do cantor e compositor amapaense Cley Lunna com o guitarrista, cantor e compositor Max Viana, filho e músico da banda de Djavan. No show, um repertório que incluía os maiores sucessos do ídolo, além de canções marcantes nas carreiras dos dois artistas.

Cley, Max com a banda que os acompanhou. Fotos: Seles Nafes

Cley, Max com a banda que os acompanhou. Fotos: Seles Nafes

Nos anos 90, Max Viana, hoje com 43 anos, deixou a faculdade de economia para estudar guitarra em um conservatório na Inglaterra. Voltou ao Brasil e ficou por mais de 10 anos tocando com o pai em turnês nacionais e por outros países.

“Hoje ainda toco com ele, mas só em alguns momentos. Estou mais focado em produções de discos, atualmente”, comentou momentos antes do show o autor de ‘Calçadão’ e de mais 2 discos considerados obras primas pelos amantes da MPB.

Foram quase duas horas de canções eternas e grandes sucessos dos dois compositores

Foram quase duas horas de canções eternas e grandes sucessos dos dois compositores

“Eu já tinha feito um show só com músicas do Djavan. Depois entrei em contato com o Max e ele gostou da ideia de fazermos essa homenagem a uma de nossas referências”, justificou Cley Luna.  Chamaos ao palco, os dois saíram do camarim cantando e emocionando a plateia que foi ao delírio. Veja o vídeo.

Todas as mesas do show foram vendidas. Nesse tempo de crise, Cley Lunna tem se diferenciado não apenas pelo talento com o violão, a voz possante e as letras inteligentes, mas pela coragem de promover grandes espetáculos.

Em julho, no Santana Botequim, projeto que desenvolve na cidade desde o início do ano, Cley fez um encontro inesquecível com Nilson Chaves e Zé Miguel, também com casa cheia.

O cantor amapaense, que está divulgando o CD Sinal, prepara agora outro encontro, desta vez em novembro com cantor Tom Kleber.

Compartilhamentos