Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Uma mulher de 30 anos foi assassinada a facadas na casa em que morava no Bairro Novo Horizonte, na Zona Norte de Macapá. O principal acusado é o ex-marido da vítima.

O crime ocorreu por volta das 16h30min desta terça-feira, 13, na Avenida Glicério Souza Figueiredo, onde vizinhos ouviram gritos de Ilcilene Carla Silva dos Santos. Apesar da situação, nenhum morador quis ver o que ocorria.

Por volta das 19h30min, uma tia encontrou a vítima morta em cima da cama com sinais de perfuração de faca. O principal suspeito é o lavador de carros, Aldo Guedes Barbosa Júnior, de 33 anos.

José Aldo Barbosa está sendo procurado pela polícia. Foto: Reprodução

Aldo Barbosa está sendo procurado pela polícia. Foto: Reprodução

A família da vítima diz que ele era violento, e que havia agredido Ilcilene várias vezes por causa de ciúmes.

“Sempre foi muito ciumento. Era muito violento, estando sóbrio ou bêbado. Recentemente ele bateu nela e deixou o olho roxo”, disse a mãe da vítima, Ilceli dos Santos.

Ilcilene teve dois filhos com o marido, uma menina de 10 anos e um garoto de 14 anos. Ela ainda era adolescente quando começou a namorar com Aldo.

Na última agressão, ela decidiu denunciar o ex-companheiro que não aceitava a separação. A Justiça expediu uma medida protetiva que proíba o agressor de se aproximar dela.

Nesta terça-feira, a mãe foi a última pessoa a falar com a vítima. Ilceli disse que sentiu o medo na voz da filha.

“Ela me disse: mamãe, ele tá ligando direto, não estou mais atendendo ele. Vou comprar outro chip. Ele está muito calmo, dizendo que agora só quer ser meu amigo. E eu estou suspeitando disso, acho que vai querer me pegar”, lembrou a mãe sobre o último diálogo.

Peritos encontraram 4 perfurações no pescoço da vítima. Foto: Olho de Boto

Peritos encontraram 4 perfurações no pescoço da vítima. Foto: Olho de Boto

No dia do crime, Ilcilene, que estava morando com os pais no Distrito do Coração, zona rural de Macapá, para ficar longe do ex-marido, decidiu voltar para sua casa, no Novo Horizonte, para organizar algumas coisas. José Aldo acabou descobrindo e foi até o lugar.

Foi uma tia que encontrou o corpo da vítima. Os peritos da Polícia Técnica do Amapá (Politec) constataram que havia 4 perfurações de faca no pescoço de Ilcilene que será sepultada nesta quarta-feira, 14.

A polícia continua procurando pelo ex-marido.

Compartilhamentos