Compartilhamentos

CÁSSIA LIMA

Macapá está bem abastecida de abacaxi. A fruta está presente nas feiras, supermercados, no centro da cidade e até na frente dos bancos. O produto doce e refrescante combina bem com as altas temperaturas. Mas, segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), houve queda na produção da safra deste ano.

“Eu compro pra revender. Hoje estou vendendo 3 por dez. É o preço dele mesmo. O que mais sai é o abacaxi comum, mas mesmo na safra a procura tem sido baixa”, destacou o vendedor Adanilson Silva.

Ele faz parte dos atravessadores, homens que compram o abacaxi do produtor e revendem com um preço mais elevado fora da feira.

Fruta sendo vendida nas ruas de Macapá. Maior parte da produção é oriunda de Porto Grande. Fotos: Cássia Lima

Fruta sendo vendida nas ruas de Macapá. Maior parte da produção é oriunda de Porto Grande. Fotos: Cássia Lima

O Estado Amapá tem 292 comunidades de produtores rurais, de acordo com a SDR. Dessas, 22 se destacam por produção de abacaxi. Elas oferecem o produto para as feiras do Jardim, Pacoval, Buritizal e Santana.

Atualmente, 91,11% da produção de abacaxi do Amapá é do município de Porto Grande, há 105 km da capital. Lá, 8 comunidades têm produção superior a 50 mil unidades. Dentre elas, se destacam a Colônia Agrícola do KM 107, Perimetral Norte 120 e Colônia Agrícola Matapi.

maria-antonia

Vendedora Maria Antônia Silva. Preço da caixa do abacaxi caiu pela metade em setembro, mês do pico da produção no ano

“O abacaxi é produzido o ano todo, mas está no pico da produção nos meses de agosto, setembro e outubro. Apesar da enorme quantidade que vemos houve uma queda na produção devido à crise, onde os produtores diminuíram as áreas de plantio com medo de perdas”, explicou o coordenador de agronegócio da SDR (Coagro), Vanderci Firmino.

Segundo os dados, de primeiro de janeiro a 26 de setembro de 2015, foram ofertados uma produção de 210.570 unidades de abacaxi. Já durante o mesmo período de 2016, foram 157.852 frutos.

Mesmo com a diminuição na produção, a vendedora Maria Antônia Silva, de 54 anos, não reclama. Ela conta que em julho, a caixa do abacaxi estava sendo vendida a R$120 com 40 unidades. Já este mês a mesma quantidade sai por R$ 60.

O abacaxi é um rica fonte de vitaminas e auxilia no funcionamento imunológico

O abacaxi é um rica fonte de vitaminas e auxilia no funcionamento imunológico

“Mês passado eu vendia um abacaxi por R$ 4, e 3 por R$ 10, hoje está diferente. Eles estão a R$ 2,50. Tá vendendo bastante, principalmente nos dias de feira. Compro de várias espécies e tamanhos para agradar o cliente”, conta a atravessadora.

Valor Nutricional

O abacaxi é uma fruta tropical que possui propriedades nutricionais: é rico em vitamina C, A, B1, além de conter bastante magnésio, cobre, ferro e fibras. Ele auxilia no bom funcionamento imunológico, melhora as funções intestinais, regula a atividade muscular do coração e é um excelente diurético.

Como uma fatia pode conter até 52 calorias ele é recomendado para lanches intermediários. Pode ser consumido de forma natural ou por meio de sucos, sorvetes e musses.

Compartilhamentos