Compartilhamentos

SELES NAFES

A Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) recebeu nesta quinta-feira, 22, denúncia contra uma ex-servidora da presidência da Casa que recebeu mais de R$ 97 mil nos últimos anos, mas nunca teria comparecido de fato ao trabalho.

Dani Leila Ferreira é esposa do candidato à prefeitura de Serra do Navio, Elson Lobato (PT do B), e mora no interior do Estado, onde não existem prédios da Assembleia.

Ela foi nomeada em julho de 2012 com salário líquido de pouco mais de R$ 6,6 mil. Demonstrativos financeiros provam que ela recebeu remuneração em períodos diferentes até janeiro de 2015, quando o salário líquido alcançou pouco mais de R$ 8 mil.

Ficha financeira mostra quando a funcionária começou a receber os salários. Foto: Reprodução

Último salário foi pago em janeiro de 2015

Último salário foi pago em janeiro de 2015

Ficha financeira mostra quando a funcionária começou a receber os salários. Foto: Reprodução

Em mais de três anos, ela foi exonerada e renomeada várias vezes, ou seja, ficou fora da folha de pagamento em determinados períodos. Por isso, o total líquido recebido soma R$ 97,9 mil. 

Apesar de receber os salários, a funcionária continuava morando no município de Serra do Navio.

A denúncia com pedido de investigação é assinada por Edinael Cardoso Pereira, e foi protocolada pela manhã na presidência da Assembleia Legislativa, que agora é obrigada a encaminhar o caso para a corregedoria da Alap.  

O site SELESNAFES.COM não conseguiu contato com o candidato a prefeito, Elson Lobato.  

Compartilhamentos