Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

O Programa Expedição Vaga Lume colocou duas bibliotecas rurais de Macapá entre as melhores do país. A comunidade de Tracajatuba (distrito de Pacuí ), localizada a 128 km de Macapá, ficou em 7º lugar entre as 150 bibliotecas do programa. Já a biblioteca da comunidade de Campina de São Benedito ficou em 10º lugar.

As instalações são simples da biblioteca de Tracajatuba. Porém, a disposição da comunidade para a leitura torna o lugar um ponto de encontro no distrito do Pacuí. Fotos: divulgação

As instalações são simples da biblioteca de Tracajatuba. Porém, a disposição da comunidade para a leitura torna o lugar um ponto de encontro no distrito do Pacuí. Fotos: divulgação

O ranking presta reconhecimento aos projetos que incentivam o hábito da leitura em zonas rurais.

Experiências positivas

A biblioteca localizada na comunidade de Tracajatuba I é ligada a Escola Municipal Erídio Rocha. Todos os livros da unidade escolar estão disponíveis para os moradores que se tornaram leitores assíduos.

Biblioteca é parte do espaço da escola municipal. Acervo está disponível para todos os moradores

Biblioteca da comunidade de Campina de São Benedito. Acervo está disponível para todos os moradores

Trata-se de um espaço muito simples, construído em madeira, pequeno de tamanho e gigante de iniciativas.

A biblioteca abriga 330 livros e é administrada pelo jovem Lucas Silva, que trabalha voluntariamente.

Na comunidade de Campina de São Benedito, a biblioteca possui um acervo de 600 livros. Lá, o espaço é em alvenaria e é cuidado pelos voluntários Rael Ferreira e dona Laurita.

Rael participou do 5º Congresso da Vaga Lume, em 2011, e voltou à sua comunidade entusiasmado para que o trabalho da biblioteca acontecesse.

Com o apoio do voluntário Márcio Pereira, que está à frente da atividade na comunidade vizinha, Santa Cruz do Tracajatuba I, Rael construiu e organizou o novo espaço.

Encontro Regional Vaga Lume em Macapá

Em novembro, as experiências dessas e das outras 7 bibliotecas macapaenses irão ser compartilhadas no Encontro Regional Vaga Lume, que acontecerá na capital amapaense.

O evento contará com a vinda de mediadores de leitura de bibliotecas rurais de outros estados da Amazônia Legal.

Organizadoras do encontro

Organizadoras do encontro Vaga Lume 

O encontro está sendo organizado por duas representantes da Expedição que estão em Macapá. A educadora Aline Calahani e a produtora Cristiana Mello Leão, da Expedição Vaga Lume, ficam na cidade até domingo, 18, e tem o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A coordenadora do projeto em Macapá, Aurilene Tertuliano, da Semed, dará continuidade aos detalhes da organização.

Vaga Lume

Vaga Lume é uma organização social, fundada no ano de 2001. Seu objetivo é  desenvolver projetos de educação, cultura e meio ambiente em 149 comunidades rurais de 23 municípios dos 9 estados da Amazônia Legal brasileira e também na cidade de São Paulo, onde está sediada.

Em Macapá, o programa recebe o apoio da Semed, que dá suporte técnico aos mediadores de leitura, sendo o elo entre a comunidade e a expedição.

Levar o prazer da leitura para as comunidades rurais é um dos objetivos da Vaga Lume

Levar o prazer da leitura para as comunidades rurais é um dos objetivos da Vaga Lume

A organização fomenta a construção das bibliotecas rurais e doa todo o acervo bibliográfico. Em Macapá, esses espaços são cuidados, zelados e administrados por gente da própria comunidade. Eles existem em nove localidades: Ressaca da Pedreira, Torrão do Matapí, Corre Água, Tracajatuba I, Campina do São Benedito, Salamito, Ponta Grossa, Santa Luzia do Pacuí e São Joaquim do Pacuí.

Compartilhamentos