Compartilhamentos

OLHO DE BOTO

Um motorista foi linchado por populares no fim da noite deste domingo, 18, depois de atropelar um ciclista na orla do Bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste de Macapá.

Eram 23h quando o ciclista trafegava pela Rua Acésio Guedes e foi atropelado pelo Gol prata dirigido por José Maria Vilhena Lopes, de 48 anos.

Paramédico tenta conversa com ciclista muito ferido. Fotos: Olho de Boto

Paramédico tenta conversa com ciclista muito ferido. Fotos: Olho de Boto

Vítima é imobilizada pelos socorristas: estado é grave

Vítima é imobilizada pelos socorristas: estado é grave

Após o choque, o Gol ficou descontrolado, subiu numa calçada e por pouco não invadiu uma oficina mecânica que já estava fechada, por isso não houve mais vítimas.

O ciclista identificado depois como Genilson Martins da Silva, de 19 anos, teve o corpo arremessado no vidro dianteiro do carro e ficou bastante ferido, especialmente no rosto e na cabeça.

Bicicleta de Genilson, de apenas 19 anos

Bicicleta de Genilson, de apenas 19 anos

Quando a equipe do Corpo de Bombeiros do Amapá chegou ao local para prestar socorro, ele estava quase inconsciente e não conseguia falar.

Genilson Silva foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência de Macapá onde continua internado. O estado clínico dele é considerado grave.

Motorista foi agredido e levado para o Ciosp do Pacoval

Motorista foi agredido e levado para o Ciosp do Pacoval: carro subiu na calçada da oficina

O motorista do Gol, de acordo com a PM, apresentava sinais de embriaguez e chegou a ser agredido por populares depois de supostamente tentar fugir do local.

“Ele alegou que sofreu ameaça de moradores que estavam próximos do local e foi agredido. A situação foi contida e ele foi levado ao Ciosp do Pacoval. A gente percebe que ele deve ter ingerido bebida, mas o BPTran (Batalhão de Trânsito da Polícia Militar) deve fazer o teste do etilômetro nele”, comentou o sargento M. Viana, do 6º Batalhão da Polícia Militar.

Compartilhamentos