Compartilhamentos

VALDEÍ BALIEIRO

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) lançou nesta segunda-feira (19) o projeto básico e a emissão da ordem de serviços para elaboração do plano executivo das obras do novo terminal de embarque e desembarque do município de Santana.

De acordo o diretor de Infraestrutura Aquaviária do Dnit, Erick Moura de Medeiros, a obra tem previsão para iniciar em dezembro de 2016. A reforma e ampliação do terminal está paralisada há mais de 15 anos.

DNIT anunciou novo projeto do terminal com a presença de autoridades. Fotos: Valdeí Balieiro

Deputada Luciana Gurgel representou o deputado Vinícius Gurgel (PR-AP) durante lançamento do projeto. Fotos: Valdeí Balieiro

O evento aconteceu na quadra da Escola Estadual Afonso Arino e contou com a presença de várias autoridades e representantes do governo do Estado e do município.

Veja o vídeo do projeto:

Erick Moura de Medeiros disse também que o próprio departamento possui uma equipe responsável pelas obras aquaviárias e que é através delas que muitas plantas são feitas.

Diretor de Infraestrutura Aquaviária do DNIT, Erick Moura de Medeiros

Diretor de Infraestrutura Aquaviária do DNIT, Erick Moura de Medeiros. Intenção é tornar o projeto do terminal de Santana exemplo nacional

“O Dnit é muito conhecido por fazer obras de transporte rodoviário, mas poucos sabem que possui uma diretoria própria para elaboração de transporte aquaviário o qual eu sou diretor. Trabalhamos tanto com projetos sociais de transporte rodoviário quanto de aquaviário”, pontuou o diretor.

Ainda segundo Erick Medeiros, o projeto para o novo terminal de embarque de pessoas possui caráter social e econômico. Ele abrangerá a construção do terminal de cargas e o muro de arrimo, tendo dois pólos de transporte: de pessoal e de cargas.

Estrutura precária do atual terminal não atende as demandas da população e causa desconforto ao usuário

Estrutura precária do atual terminal não atende as demandas da população e causa desconforto ao usuário

“Temos projetos sendo desenvolvidos há 10 anos e queremos tornar esse um exemplo nacional. O Dnit ficará responsável até a conclusão da obra. A parte urbanística não fará parte desse projeto e é por isso que conversamos com o prefeito do município para que uma obra urbanística e habitacional seja feita para que as demandas sejam atendidas”, concluiu Medeiros. 

“O deputado Vinícius e toda a equipe técnica envolvida nesse projeto estão de parabéns. É uma obra que irá trazer dignidade para quem usa o porto. Será climatizado, confortável e organizado. Além é claro, da geração de emprego e renda para a população”, afirmou Luciana Gurgel.

 

Compartilhamentos