Compartilhamentos

DA REDAÇÃO

Durante operação conjunta entre os dias 14 e 18 de setembro, que contou com os órgão que integram o Sistema Estadual de Meio Ambiente e o Exército Brasileiro, foi detectado o risco de desmoronamento de terras em áreas de mineração que já foram desativadas nos municípios de Porto Grande, Pedra Branca e Serra do Navio.

A fiscalização constatou também a abertura de ramais ilegais, fez notificações e autuações de crimes ambientais e de ocupações ilegais dentro da área da Floresta Estadual do Amapá (Flota) nas comunidades do Munguba e Cachaço, como também nas áreas de mineração das comunidades do Cachorrinho e Tucano II.

Operação realizou uma série de ações de notificação autuação de crimes ambientais. Fotos: divulgação

Operação foi realizada pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente com a colaboração do Exército Brasileiro. Fotos: divulgação

O Sistema Estadual de Meio Ambiente é composta pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Instituto Estadual de Florestas (IEF) e Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento do Estado do Amapá (IMAP).

O Exército participou da operação com a presença de homens e um helicóptero para chegar nas áreas de difícil acesso. Os crimes ambientais foram todos notificados.

Área de mineração fiscalizada

Área de mineração fiscalizada

As operações unificadas ocorrerão com frequência atendendo todos os municípios do Amapá. A próxima operação deve ocorrer no início de novembro.

Compartilhamentos