Compartilhamentos

 

CÁSSIA LIMA

A PF apura se combustível destinado ao serviço de balsas dos rios Matapi (Mazagão) e Jari (Laranjal do Jari) estava sendo desviado para campanhas eleitorais no Amapá. A Secretaria de Transportes do Estado (Setrap) informou que também abrirá procedimento para investigar o possível desvio.

Seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta quarta-feira, 28, em bairros da cidade de Macapá durante a Operação ‘No Fuel’. A frase traduzida do inglês quer dizer ‘sem combustível’.

Agentes apreenderam documentos, computadores e celulares de funcionários. Fotos: Cássia Lima

Agentes apreenderam documentos, computadores e celulares de funcionários. Fotos: Cássia Lima

De acordo com a PF, há fortes indícios de que o combustível adquirido pela Setrap estava sendo desviado desde março. Só em setembro, de acordo com o delegado Victor Arruda, o prejuízo teria chegado a R$ 30 mil.

“A denúncia chegou ao Ministério Público Eleitoral no dia 16 de setembro, mas há indícios de que o crime esteja sendo praticado desde março. Ainda vamos fazer um levantamento do prejuízo causado nos outros meses”, comentou o delegado em entrevista coletiva na sede da Polícia Federal.

Jorge Amanajás: denúncia tipica de ano eleitoral

Jorge Amanajás: denúncia tipica de ano eleitoral

O secretário de Transportes do Amapá, Jorge Amanajás, disse não acreditar que houve desvio.

“Estamos em período eleitoral, e existem muitas denúncias nessa época. Para mim foi uma surpresa. Mas em setembro, quando a PF diz que houve esse prejuízo, não houve nenhum dia de interrupção no serviço de balsas”, garantiu.

Trinta e dois policiais cumpriram os mandados em residências de quatro servidores da Setrap, além do gabinete principal da secretaria e setor de contratos. Foram apreendidos computadores documentos relativos aos contratos com empresas fornecedoras de combustíveis. Celulares de funcionários também foram levados pelos agentes.

Os acusados podem ser indiciados por peculato, associação criminosa e corrupção eleitoral.

Compartilhamentos